Quando é possível receber a Comunhão em duas espécies?

A Roberta Pereira pergunta: “Existe diferença entre receber a Comunhão na mão ou diretamente na boca? Podemos recebê-la dos dois modos?”

Vamos lembrar o que disse Jesus na Última Ceia? Ele pegou o pão, deu graças e distribuiu aos discípulos, dizendo: “Tomai e comei! Isto é o meu corpo”. Depois, pegou o cálice com vinho, abençoou, deu graças e disse: “Tomai e bebei, este é o cálice do meu sangue”.

Para o pão e o vinho, Jesus usou o verbo “tomar” que quer dizer, pegar, segurar. Ele estava dizendo: “Peguem este pão e comam. Peguem este cálice com vinho e bebam”.

Assim, a forma como nós comungamos não importa tanto. Seja pegando o pão consagrado nas mãos e levando à boca, seja recebendo o pão consagrado diretamente das mãos do celebrante, estamos recebendo o Cristo, inteiro, no seu Corpo, Sangue, Alma e Divindade.

Fica bem aqui um lembrete: quando a comunhão é colocada nas mãos do fiéis, é bom que comunguem na frente do sacerdote, para que não aconteça que alguém use o Sacratíssimo Corpo de Cristo para algo inconveniente.

De qualquer forma, guardemos no coração: seja recebendo o Corpo de Cristo nas mãos, seja recebendo-o diretamente na boca, nós estamos entrando em comunhão profunda com o Senhor Jesus. Vale lembrar aqui aquela frase linda de São João Paulo II, para explicar o que acontece quando comungamos. Dizia ele: “Na comunhão, nós comungamos Jesus e Jesus nos comunga. Em outras palavras, comunhão sou eu no Coração de Cristo e Cristo no meu coração”.

guest
2 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
ARMANDO LEONARDO
ARMANDO LEONARDO
6 meses atrás

meu senhor e meu DEUS eu creio mais aumentai a minham fé.