Dom Odilo: ‘Que todas as pessoas desorientadas possam reencontrar a luz da verdade’

Reprodução

O Cardeal Odilo Pedro Scherer, presidiu, na capela de sua residência, a missa da terça-feira, 16, da 33º semana do Tempo Comum, memória litúrgica de Santa Margarida da Escócia e Santa Gertrudes. A Eucaristia foi transmitida pela rádio 9 de Julho e pelas mídias digitais da Arquidiocese.

Na homilia, o Arcebispo de São Paulo refletiu sobre o Evangelho do dia (Lc 19,1-10), em que o publicano Zaqueu, um cobrador de impostos, rico e desonesto, tem seu encontro com Jesus, se converte e transforma sua vida.

“Jesus vai à casa de Zaqueu, quer se hospedar e tomar refeição com Ele, Zaqueu o recebe alegremente. Jesus não olha para o preconceito e não pensa que não pode se encontrar com um pecador, se não ficaria impuro também, pois era assim que se pensava na época”, disse Dom Odilo.

MUDANÇA DE VIDA

Dom Odilo enfatizou que a missão de Jesus sempre foi buscar aqueles que estão perdidos e que Zaqueu se confessou, restituiu o que roubou e dessa forma Jesus anunciou que a Salvação entrou em sua casa.

“Esse exemplo de Jesus nos recorda que não há ninguém tão ruim ou tão perdido que não possa ser encontrado e voltar novamente para Deus. Isso deve dar ânimo e coragem para aqueles que buscam os estão perdidos, para continuarem buscando, rezando e esperando pelo dia da mudança de vida”, reiterou.

O Arcebispo de São Paulo recordou que da mesma maneira que Zaqueu se esforçou, subiu em uma árvore para ver Jesus, o Cristo também foi ao encontro dele, por isso que para uma conversão sincera são necessários gestos e atitudes.

“Que todas as pessoas desorientadas possam reencontrar a luz da verdade, a fé, o caminho da virtude e assim, serem acolhidas novamente por Deus”, concluiu.

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter