Rádio 9 de Julho comemora 23 anos sendo ‘a voz da Igreja Católica’ na cidade

Comunicadores, ouvintes e colaboradores da rádio 9 de Julho se reuniram no Mosteiro da Luz, no sábado, 22, para a missa em ação de graças pelos 23 anos de reabertura da emissora da Arquidiocese de São Paulo. 

Rádio 9 de Julho comemora 23 anos sendo ‘a voz da Igreja Católica’ na cidade, Jornal O São Paulo
Luciney Martins/O SÃO PAULO

A Eucaristia foi presidida pelo Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo Metropolitano, e aconteceu no contexto da novena preparatória da festa de Santo Antônio de Sant’Anna Galvão. 

Fundada em 1953, a rádio 9 de Julho teve uma primeira fase de funcionamento até 1973, quando seus transmissores foram lacrados pelo regime militar. Somente em 23 de outubro de 1999, a emissora voltou a ser ouvida na maior metrópole do País. 

Na homilia, Dom Odilo agradeceu aos profissionais e benfeitores da rádio o empenho em fazer da 9 de Julho uma “voz da Igreja Católica em meio às muitas vozes da cidade”, não apenas pelas ondas do rádio (AM 1600kHz) como pela internet e pelo aplicativo digital. 

Rádio 9 de Julho comemora 23 anos sendo ‘a voz da Igreja Católica’ na cidade, Jornal O São Paulo

O Arcebispo ressaltou ainda que, além de ajudar na realização da missão primordial da Igreja, o anúncio do Evangelho, por meio de uma programação religiosa diversificada, a rádio 9 de Julho é um importante canal para a Igreja dialogar com as diferentes realidades humanas, sociais e culturais da cidade. 

VOCAÇÃO MISSIONÁRIA 

Na sexta-feira, 21, o Cardeal Scherer participou de uma edição especial do programa “Construindo Cidadania”, transmitido pelas plataformas digitais, no qual enfatizou a vocação missionária da emissora arquidiocesana. 

O programa, apresentado pelo Padre Cido Pereira e a radialista Cidinha Fernandes, também contou com a participação do diretor da rádio, o Padre Jorge Silva. 

Rádio 9 de Julho comemora 23 anos sendo ‘a voz da Igreja Católica’ na cidade, Jornal O São Paulo

“Recordamos esse momento de reabertura e este trabalho que a rádio é chamada a continuar fazendo em nossa cidade e nossa Arquidiocese”, afirmou inicialmente o Cardeal Scherer. 

O Arcebispo destacou que as mídias são importantíssimas e que devem estar a serviço da evangelização. “A missão da Igreja é basicamente um fato da comunicação”, afirmou, recordando o mandato de Jesus de “ir e proclamar a Boa-Nova”, e que isso se dá como um fato comunicativo. 

FORMAR CONSCIÊNCIAS 

Dom Odilo ainda destacou que o trabalho da rádio 9 de Julho, por meio de seus programas, colabora para “formar bem e ajuda a despertar o senso de solidariedade, de justiça, de participação na vida social e a formar critérios à luz do Evangelho”. 

Rádio 9 de Julho comemora 23 anos sendo ‘a voz da Igreja Católica’ na cidade, Jornal O São Paulo

Padre Cido lembrou que a rádio tem um poder de convocação muito grande, e que não dispensa o “estar juntos, em comunidade”. Acerca desta ponderação, o Arcebispo destacou que a emissora deve desempenhar o poder de convocação para a vida comunitária. 

Padre Jorge, diretor desde janeiro de 2022, ressaltou que “a rádio se tornou uma antena de Deus” e que chega aos corações dos fiéis. Ele agradeceu o empenho dos colaboradores, dos apresentadores, dos padres e de todos os que ajudam na emissora, e expressou que se sente muito feliz em colaborar. “Que ela continue sendo uma antena de Deus na sua vida”, concluiu. 

Rádio 9 de Julho comemora 23 anos sendo ‘a voz da Igreja Católica’ na cidade, Jornal O São Paulo

(Colaborou: Fernando Arthur) 

Deixe um comentário