Do Brasil a Portugal, ‘Uma Jornada Literária Inesperada’

Um grupo com seis seminaristas, dois sacerdotes e leigos de diferentes áreas do saber, que comungam da mesma fé e têm amor pela literatura, levaram a Portugal “Uma Jornada Literária Inesperada”, projeto de evangelização e formação cultural, proposto por integrantes da Arquidiocese de Brasília (DF) e de São Paulo (SP).

Foto: Arquivo pessoal

A atividade contou com quatro sessões, entre elas duas lúdicas e duas acadêmicas, começando no dia 29 de julho no Seminário Maior de Coimbra. Nessa ocasião, o Prof. Dr. Nuno Santos, da Universidade Católica Portuguesa, fez a acolhida e abertura do encontro.

A professora Dra. Margarida Miranda, da Universidade de Coimbra, fez uma apresentação sobre a construção do imaginário pela beleza e os clássicos, e foi apresentado o video “Beauty matters, ou os três pilares da educação clássica”, pelo professor Dr. Hamish Williams, da Universidade de Groeningen, da Holanda.

Além disso, a professora Dra. Fabiana Klautau, do Colégio Catamarā, de São Paulo, relatou sua experiência sobre a introdução da literatura de JRR Tolkien no Ensino básico brasileiro.

A primeira apresentação lúdica aconteceu durante a pré-jornada, também em Coimbra, no colégio Rainha Santa, onde foram apresentadas releituras de trechos das obras de JRR Tolkien e Dante Alighieri.

Já em Lisboa, as edições aconteceram no auditório do Museu dos Coches. Em 2 de agosto, houve uma seção cujo tema foi a interface entre literatura, religião, filosofia e educação. Os professores Drs. Holly Ordway da Universidade de Houston, Claudio Testi do Instituto Tomístico Filosófico de Módena, Diego Klautau do Colégio Catamarã e FEI, e Alex Villas Boas da Universidade Católica de Lisboa apresentaram suas comunicações.

Encerrando o evento, no dia 3, houve mais uma sessão lúdica de promoção e fomento da leitura.

Segundo Christiano Reis França, integrante do grupo, o projeto constitui-se de uma jornada pelos Clássicos: uma contemplação da beleza pelos ombros de Gigante.

A atividade teve como mediadores o criador do projeto, o Padre Cássio Selaimen Dalpiaz, professor de literatura, que representou a Universidade de Brasília, e o professor Dr. Diego Klautau, do Centro Universitário FEI.

guest
1 Comentário
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Roberto sebok Gen
Roberto sebok Gen
8 meses atrás

Parabéns pelo êxito da iniciativa, que Deus a faça frutificar amplamente ao redor do mundo aí representado