A Igreja recorda São Casimiro, o patrono da juventude polonesa e lituana

Conta-se que mais de 100 anos depois de sua morte seu corpo foi encontrado incorrupto

Reprodução

Nascido na Polônia, seu nome significa “aquele que impõe a paz”, o que resultou profético já que ao longo de sua vida Casimiro lutou para pacificar o seu país e levou uma vida exemplar de estudos, virtude e caridade.

Ele renunciou ao trono e entregou sua vida a Cristo através de jejuns e penitência. Faleceu aos 23 anos e foi proclamado padroeiro da juventude da Polônia e também da Lituânia.

Casimiro era filho do rei da Polônia, nasceu com o título de grão-duque da Lituânia, sua terra natal, em 1458. De família real e Católica, Casimiro podia se envolver em perigos políticos por isso renunciou ao direito ao trono, acolheu a voz do Papa sobre a situação; livremente optou pelo celibato e com a ajuda da mãe e rainha começou a receber forte educação espiritual do cônego de Cracóvia.

São Casimiro com dezessete anos e debilitado pelo excesso de mortificações e penitência começou a ajudar o pai no governo da Lituânia, usando sempre da força da oração, prudência e tudo permeado pelo seu amor profundo ao Santíssimo Sacramento e a Nossa Senhora.

Admirado e amado pelo povo contraiu uma tuberculose que o vitimou quando tinha apenas 23 anos. Conta-se que mais de 100 anos depois de sua morte seu corpo foi encontrado incorrupto e sua festa é celebrada no calendário litúrgico no 4 de março, dia em que faleceu.

(Com informações de acidigital)

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter