Na Nicarágua, bispo sequestrado e preso injustamente pela ditadura nicaraguense será levado a julgamento

Na Nicarágua, bispo sequestrado e preso injustamente pela ditadura nicaraguense será levado a julgamento, Jornal O São Paulo

Em audiência realizada na terça-feira, 10, em meio a denúncias de graves irregularidades no processo, Dom Rolando Álvarez, Bispo da Diocese de Matagalpa, sequestrado pela ditadura de Daniel Ortega na Nicarágua desde agosto de 2022, será levado a julgamento, acusado de “conspiração” e divulgação de “notícias falsas” contra o regime.

De acordo com um comunicado do Poder Judiciário, “na Vara Criminal de Manágua, foi realizada a audiência inicial do processo penal, na qual Rolando José Álvarez Lagos apareceu como acusado dos crimes de formação de quadrilha para atentar contra a integridade nacional e propagação de notícias falsas por meio das tecnologias de informação e comunicação em detrimento do Estado e da sociedade nicaraguense”.

O Judiciário da ditadura de Ortega também indicou que o Padre Uriel Antonio Vallejos, que conseguiu sair da Nicarágua e vive exilado há alguns meses, é acusado “pelos mesmos crimes”, pelos quais “o ofício continuará sendo da Interpol para sua captura”.

Na madrugada de 19 de agosto de 2022, a polícia nicaraguense invadiu a casa episcopal da Diocese de Matagalpa e sequestrou Dom Rolando Álvarez, um dos críticos mais ferrenhos do regime ditatorial ao qual a Nicarágua é submetida por Ortega há 16 anos.

Fonte: ACI Prensa

Leia mais
Intolerância religiosa: 5 países que proíbem a celebração do Natal

Deixe um comentário