Santa Sé e China renovam por mais 2 anos acordo sobre a nomeação de bispos

O acordo provisório firmado em setembro de 2018 entre a Santa Sé e a República Popular da China para a nomeação de bispos católicos no país foi prorrogado por mais dois anos. 

Santa Sé e China renovam por mais 2 anos acordo sobre a nomeação de bispos, Jornal O São Paulo
Reprodução da Internet

Em entrevista ao L’Osservatore Romano e à rádio Vaticano-Vatican News, o Cardeal Pietro Parolin, Secretário de Estado do Vaticano, disse que a nova prorrogação – a primeira foi em 2020 – ocorre na esperança de garantir que as comunidades católicas chinesas possam ser guiadas por pastores dignos e idôneos à tarefa a eles confiada. 

“O procedimento estabelecido no Acordo foi cuidadosamente considerado, levando em conta as características particulares da história e da sociedade chinesa e os consequentes desenvolvimentos da Igreja na China. A este respeito, não posso deixar de recordar também as muitas situações de dificuldade e, às vezes, de laceração em que as comunidades católicas se encontraram nas últimas décadas”, comentou o Cardeal Parolin. 

Como frutos já obtidos com o acordo provisório, ele mencionou que desde setembro de 2018 todos os bispos da Igreja Católica na China estão em plena comunhão com o Sucessor de Pedro; que já ocorreram seis ordenações episcopais dentro do espírito do Acordo; e que os primeiros seis bispos “clandestinos” obtiveram o registro e, assim, tiveram sua posição oficializada no país. 

Deixe um comentário