Missão Belém é contemplada com Prêmio internacional ‘Pomba da Paz’

Honraria contempla pessoas e organizações que, por meio de seus atos, exprimem o desejo e a busca pela paz

Missão Belém é contemplada com Prêmio internacional ‘Pomba da Paz’
Padre Gianpietro Carraro e Irmã Cacilda da Silva Leste, fundadores da Missão Belém. Foto: Luciney Martins/O SÃO PAULO

A Missão Belém receberá no próxima sexta-feira, 25, o Prêmio “Pomba da Paz”, segundo maior honraria da paz em nível mundial, que reconhece pessoas e organizações que trabalham em prol da paz e caridade no mundo, buscando ajudar os que passam por situações de pobreza, dependência química, abandono e portadores de doenças graves.

A Missão Belém é a 31º organização a receber este prêmio, onde nomes de grande influência mundial que lutaram pela paz no mundo, como Papa Bento XVI, Nelson Mandela, Dalai Lama, Barack Obama e Angela Merkel já receberem.

O Frei Hans Stapel, fundador da Fazenda da Esperança, recebeu a premiação em 2018 como sinal de reconhecimento pelo trabalho feito a favor de muitas pessoas que passam por situações de dependência química, menores em situação de risco e atendimento a portadores do vírus HIV.

A SERVIÇO DOS ÚLTIMOS

Criado pelo artista alemão, Richard Hillinger, em 2008, por ocasião do 60º aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos, o prêmio tornou-se reconhecido internacionalmente como símbolo da paz e circula de maneira itinerante no mundo inteiro.

“A entrega desse prémio foi uma surpresa. Não nos sentimos à altura das personalidades que receberam a “Pomba dourada da paz”, como Bento XVI, Nelson Mandela e os demais, mas acolhemos isso como um incentivo a continuar com todas as nossas forças a serviço dos últimos, dos nossos queridos irmãos de rua e de todos os pobres que Deus coloca no nosso caminho”, disse ao O SÃO PAULO o Padre Gianpietro Carraro, fundador da Missão Belém.

ENTREGA DO PRÊMIO

Missão Belém é contemplada com Prêmio internacional ‘Pomba da Paz’
Barraco de madeira, na comunidade Nelson Cruz, no bairro do Belenzinho, na zona Leste de São Paulo, onde surgiu a Missão. Foto: Luciney Martins/O SÃO PAULO

A entrega do Prêmio será na sexta-feira, 25, às 20h30, com transmissão pela Rede Vida de Televisão e pelas redes sociais da Fazenda da Esperança.

“De maneira especial, eu e irmã Cacilda da Silva Leste, com toda a Missão Belém, ficamos felizes de receber esse prémio no dia de Natal, festa da Missão Belém, festa da paz, festa da “pequenez”, festa da família dos pobres”, concluiu o sacerdote.

Em São Paulo, é possível assistir à Rede Vida pelo canal aberto 34.1 ou sintonizá-la pela Sky, canal 6; pela Oi TV, 16; Claro TV, 17; Vivo TV, 29; Pela NET, 193; pelo site; pelo Facebook ou pelo aplicativo para celular Rede Vida, disponível na PlayStore ou App Store.

O MISTÉRIO DE BELÉM

Reviver o mistério de Belém: “Jesus que nasce pobre no meio dos pobres, numa mísera gruta, acolhido com carinho por Maria e José”. Foi com esse objetivo que, em 2005, surgiu, em um pequeno barraco de madeira, na comunidade Nelson Cruz, no bairro do Belenzinho, na zona Leste de São Paulo, a Missão Belém, por iniciativa do Padre Gianpietro Carraro e da Irmã Cacilda da Silva Leste.

Nesses 15 anos, mais de 80 mil pessoas foram acolhidas e grande parte se deve aos próprios “ex-irmãos de rua” restaurados e que se tornaram missionários. Hoje, a missão abriga 700 doentes e 1,3 mil irmãos de rua. No total, são 2,2 mil pessoas acolhidas em 180 casas, tudo isso feito de forma gratuita e voluntária.

LEIA TAMBÉM

Missão Belém: 15 anos sendo família para quem não tem família

Notícias relacionadas

Missão Belém é contemplada com Prêmio internacional ‘Pomba da Paz’

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter