Confira nossa versão impressa

Paróquia Santa Cruz de Itaberaba realiza live na 35ª Semana do Migrante

POR JULIANA TAVARES

Paróquia Santa Cruz de Itaberaba realiza live na 35ª Semana do Migrante
(Crédito: Pascom da Paróquia Santa Cruz de Itaberaba)

No Dia Mundial do Refugiado, no sábado, 20, a Pastoral dos Migrantes da Paróquia Santa Cruz de Itaberaba realizou uma live no Facebook da Paróquia, abordando a 35ª Semana do Migrante, com o tema ‘Onde está o teu irmão, a tua irmã ?”

Uma das participantes foi a imigrante venezuelana Anggie, 34, que saiu de seu país natal em 2019, em busca de melhores condições de vida no Brasil, deixando para trás sua mãe e sua filha gestante. Em São Paulo, ela foi amparada pela Pastoral dos Migrantes, o Serviço Pastoral dos Migrantes e a Paróquia Santa Cruz de Itaberaba.

O casal Claudinete e Penha falou sobre os trabalhos que realizam na Pastoral dos Migrantes, voltados em atenção ao próximo.

Tila falou a respeito de sua formação no Fórum das Migrações, em 2019, e trouxe relatos dos migrantes durante a reunião, histórias de irmãos migrantes em situação de refúgio, que enfrentando dificuldades para se inserir na sociedade brasileira, fugindo da desigualdade social, fome e miséria.

Darialva trouxe a reflexão sob a perspectiva da criança migrante. Os pais migram com seus filhos, que também deixam para trás sua morada, amizades, laços afetivos para reconstruírem a vida. Foi citada a história do menino Gratner, do Sul do Sudão, que sofreu ataques, passou por provações e foi o único sobrevivente de sua família, atacada por conflitos na região, restando-lhe apenas um avião feito com sucata velha e a esperança de dar continuidade à vida com a saudade latente de seus familiares.

Na sequência, Carmem e sua filha Maria Beatriz relataram o trabalho que desenvolvem com as aulas de português ao grupo de mães bolivianas, peruanas, nordestinas e a curadoria com as crianças que brincam e desenvolvem atividades enquanto os adultos estudam a língua portuguesa.

Como a principal dificuldade do migrante boliviano é a língua, a promoção de encontros para aprimorar o português dos adultos se fez necessária, para garantir uma melhor interação destes povos na sociedade e mercado de trabalho, além de ser um momento terapêutico, conforme relatou a professora Carmem.

Beatriz citou ainda, sua participação no Parlamento Jovem, com a proposta de Lei dos Migrantes, que iguala os direitos de migrantes e imigrantes aos dos cidadãos comuns.

Antes do encerramento, foram sanadas dúvidas dos internautas que acompanharam a transmissão e relatadas algumas das atividades que o grupo tem desenvolvido durante este período de pandemia para assistência às famílias de migrantes e imigrantes da Região Brasilândia.

O desfecho foi com a leitura da oração do migrante, enfatizando o olhar sob esses irmãos que mais do que nunca precisam de apoio e acolhida com sua trajetória de migração durante este período de pandemia.

* A autora optou por não identificar o sobrenome dos participantes citados no texto

- publicidade -

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Compartilhe!

Últimas Notícias

Atentado na Catedral de Manágua destrói capela e danifica crucifixo de 382 anos

Papa Francisco lamentou o fato e expressou sua proximidade aos cristãos na Nicarágua Um...

Dom Jaime Fuentes denuncia projeto de lei sobre a eutanásia e o suicídio assistido no Uruguai

A vida humana possui a maior das dignidades e, portanto, reclama o maior dos cuidados. Decidir cada um por sua conta quando...

Francisco: o perdão de Deus gera paraíso. Apelo pelo trabalho

Nas saudações pós-Angelus, o Papa recordou que hoje poderá ser recebida a indulgência plenária nas igrejas franciscanas e nas paróquias em todo...

‘Levemos sempre Jesus conosco no barco de nossas vidas’

O Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo, presidiu a missa desta segunda-feira, 3, na capela...

Santos Cura d’Ars e Afonso Maria de Ligório: exemplos de santidade no ministério sacerdotal

GUSTAVO CATANIA RAMOS A Igreja, todos os anos, no primeiro domingo de agosto, mês dedicado às vocações, comemora...

Newsletter