Confira nossa versão impressa

‘Que Deus nos ajude a orientar nossa vida segundo a sua santa vontade’

‘Que Deus nos ajude a orientar nossa vida segundo a sua santa vontade’

O Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo, presidiu a missa na manhã desta quarta-feira, 10, na capela de sua residência, transmitida pela rádio 9 de Julho e pelas mídias digitais da Arquidiocese.

No Evangelho do dia (Mt 5,17-19), Jesus confirma a validade dos deis mandamentos. Ao comentar esse trecho, na homilia, Dom Odilo explicou que existe uma distinção entre os dez mandamentos da lei do Senhor o conjunto das normas e legislações criadas pelas autoridades religiosas da época.

Nesse sentido, o Cardeal ressaltou que Jesus sempre manifestou que veio para validar os mandamentos dados por Deus, mas, por outro lado, sempre fez observações críticas quanto à maneira como se promove ou se observa tais leis religiosas, assim como as interpretações deitas pelos mestres da lei, “quando se colocam interesses particulares ou vaidades humanas acima dos mandamentos de Deus”.

MANDAMENTOS

“Quais são os mandamentos da lei de Deus?”, indagou o Arcebispo, fazendo referência à pesquisa de campo realizada em São Paulo por ocasião do sínodo arquidiocesano, que revelou que muitas pessoas não se recordam mais quais são os dez mandamentos.

“Isso significa que muita coisa precisam ser retomadas a reaprendidas”, afirmou o Cardeal, salientando que os dez mandamentos são vias de salvação, “indicações da vontade de Deus a respeito da nossa vida”, por isso são santos e devem ser amados, respeitados, acolhidos e praticados todos os dias.

Dom Odilo exortou que os mandamentos devem ser transmitidos aos filhos desde pequenos pelos pais e, depois, durante a catequese de aprofundamento da fé, devem aprender ainda mais sobre eles, pois fazem parte do processo de iniciação à vida cristã.

CAMINHO DE SANTIDADE

“São só dez mandamentos. Claro que eles se desdobram e a compreensão deles acaba envolvendo toda a nossa vida cristã. São a base da nossa moral e, por isso mesmo, o Catecismo da Igreja Católica, quando fala da vida moral, começa a partir da observância dos mandamentos”, observou o Arcebispo, recordando, ainda, o novo mandamento dado por Jesus na última ceia: “Amai-vos como eu vos amei”.

“Jesus também nos indicou as bem-aventuranças como caminho de santidade, para a vida nova no Reino que ele anunciou”, acrescentou o Cardeal, explicando que os mandamentos da lei de Deus continuam sendo dez, contudo, os ensinamentos de Jesus abrem horizontes para a vida nova a que todos são chamados, como consequência da observância dos mandamentos.

O Arcebispo também destacou o trecho da primeira leitura, no qual o profeta Elias condena a idolatria, que se refere ao primeiro mandamento – amar a Deus sobre todas as coisas. “Quanta idolatria existe hoje, mesmo que não se façam mais ídolos como antigamente”, observou Dom Odilo, ressaltando que, atualmente, há pessoas que referem a coisas como se fossem deuses em suas vidas. “Que Deus nos ajude a sermos sempre fiéis aos seus mandamentos e a orientar e conduzir a nossa vida segundo a sua santa vontade”, concluiu.

CORPUS CHRISTI

No fim da missa, o Cardeal recordou que nesta quinta-feira, 11, a Igreja celebra a Solenidade do Santíssimo Sacramento do Corpo e Sangue de Cristo, também conhecida como Corpus Christi. Ele enfatizou que, embora não seja possível a realização de celebrações nas igrejas com a presença de fiéis nem manifestações públicas com aglomeração de pessoas, a solenidade deve ser celebrada pelas paróquias e comunidades.

Dom Odilo também recordou que, mesmo tendo havido a antecipação do feriado municipal para o dia 20 de maio, devido às medidas de isolamento social para conter a pandemia de COVID-19, Corpus Christi continua sendo um “dia santo de guarda”. No entanto, afirmou que quem não poder observar o preceito desse dia e tiver que trabalhar, “não se preocupe porque, neste caso, fica dispensada da observância desse dia santo”.

“Recomendo a todos que, na medida do possível, assistam a uma missa  pela internet, pelo rádio ou pela televisão”, acrescentou Dom Odilo, convidando todos a buscarem viver um dia eucarístico.

LEIA TAMBÉM:
Cardeal Scherer envia orientações para a celebração de Corpus Christi

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Natal 2020: lições para aprendermos e ensinarmos

Quem diria, há um ano, que estaríamos nos preparando para o Natal desta maneira tão diferente de tudo o que cada um de nós...

Na solenidade da Imaculada Conceição, Papa Francisco fará homenagem particular a Nossa Senhora

Para evitar aglomerações, seguindo as recomendações das autoridades sanitárias contra a COVID-19, o Papa Francisco não realizará o tradicional ato de devoção a Nossa...

Na beleza do universo, contemplar a grandeza do Criador

Na quarta-feira, 2 de dezembro, se comemora o Dia Nacional da Astronomia, ciência que busca a compreensão física sobre o universo

Novena de Natal 2020: ‘Deus entra em nossas casas’

Subsídio preparado pela Arquidiocese de São Paulo é iluminado pelo sínodo arquidiocesano e pelas diretrizes gerais da CNBB, e está sensível ao atual momento...

Vídeo do Papa: ‘rezando, mudamos a realidade e nossos corações’

Foi divulgada, nesta terça-feira,1°, a videomensagem do Papa Francisco com a intenção de oração para dezembro, último mês de 2020, ano marcado pela pandemia...

Newsletter