Confira nossa versão impressa

‘Não deixemos para amanhã o que devemos fazer hoje de importante em nossa vida’

‘Não deixemos para amanhã o que devemos fazer hoje de importante em nossa vida’

O Cardeal Odilo Pedro Scherer presidiu a missa da memória litúrgica de Santo Agostinho, Bispo e doutor da Igreja, nesta sexta-feira, 28. A Eucaristia, celebrada na capela da residência do Arcebispo de São Paulo, foi transmitida pela rádio 9 de Julho e pelas mídias digitais da Arquidiocese.

Santo Agostinho nasceu em Tagaste, na África, no ano 354. Depois de uma juventude perturbada, quer intelectualmente quer moralmente, converteu-se à fé e foi batizado em Milão por Santo Ambrósio no ano 387. Voltou à sua terra e aí levou uma vida de grande ascetismo. Eleito bispo de Hipona, durante 34 anos foi modelo do seu rebanho e deu-lhe uma sólida formação cristã por meio de numerosos sermões e escritos, com os quais combateu fortemente os erros do seu tempo e ilustrou sabiamente a fé católica. Morreu no ano 430.

AS JOVENS PREVIDENTES

O Evangelho do dia Jesus compara o Reino dos Céus à parábola das dez jovens com suas lâmpadas acessas nas mãos para um casamento. Cinco delas eram previdentes e levaram uma reserva de óleo para suas lâmpadas, enquanto as outras cinco, imprevidentes, não levaram óleo e suas lâmpadas e, quando buscar mais, o noivo chegou e elas não puderam entrar na festa.

Em seguida, Jesus diz aos discípulos: “Portanto, ficai vigiando, pois, não sabeis qual será o dia, nem a hora”.

“O dia e a hora aos quais Jesus se refere é o encontro com ele, o noivo, que veio para realizar as núpcias da salvação com a humanidade. A vida eterna é comparada com um banquete de casamento. Quem está preparado entra, quem não está, não entra”, destacou Dom Odilo completando: “Estejamos preparados e não deixemos para amanhã o que devemos fazer hoje de importante em nossa vida”.

Recordando Santo Agostinho, o Cardeal Scherer ressaltou que, depois de sua longa busca, ele tomou uma decisão e se tornou um grande cristão. “A exemplo de Santo Agostinho, peçamos esta capacidade de prudência, de decisão e para que não vivamos de forma imprevidente”, concluiu.

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Dom Odilo: A Igreja Católica é apostólica, está assentada no testemunho dos Apóstolos

Afirmou o Arcebispo de São Paulo na mais recente edição programa ‘Diálogos de Fé’

Dom Magnus Henrique, Bispo de Salgueiro (PE), está recuperado da Covid-19

O Bispo da Diocese de Salgueiro (PE), Dom Magnus Henrique Lopes, está recuperado da Covid-19. O prelado...

Como ler a Bíblia?

Muitos católicos têm contato com os textos da Bíblia apenas durante as celebrações da Missa. A Igreja Católica indica a seus fiéis...

Farmácia Vaticana investe em tecnologia para o atendimento da população

Inaugurada 1894, local esteve em reforma desde 2017 e foi reinaugurado no início do mês de agosto

Congregação para a Doutrina da Fé condena todas as formas de eutanásia e de suicídio assistido

“Samaritanus bonus”, a carta da Congregação para a Doutrina da Fé aprovada pelo Papa, reitera a condenação a todas as formas de...

Newsletter