Confira nossa versão impressa

No coração da família é preparado o alimento que sacia a fome dos irmãos

No coração da família é preparado o alimento que sacia a fome dos irmãos
Pastoral Familiar

A chuva e as baixas temperaturas daquela sexta-feira, uma das noites mais frias de agosto, mudaram os planos iniciais que não previa nenhuma ação beneficente e fez com que os voluntários saíssem às ruas com um pouco de chocolate quente e 80 pães comprados às pressas.

No caminho, uma mulher encharcada pediu meias e um cobertor para se aquecer. Sem os itens, uma integrante do grupo retirou as suas próprias meias e a entregou, prometendo que no dia seguinte levariam o cobertor.

Mais adiante, um outro grupo de voluntários também realizava uma ação naquele momento. Coincidentemente, este possuía o cobertor – e, generosamente, ofertou dois deles para doação.

Ao retornarem para o encontro daquela mulher, eles avistaram dois homens deitados – um sobre um pedaço de papelão e outro, mais idoso, no próprio chão molhado sem nenhum agasalho. Um dos cobertores foi, então, colocado sobre o segundo homem. O outro pode, naquela mesma noite, aquecer a mulher que tinha frio. O relato de Ricarla Francelino França da Silva, que faz parte da coordenação da Pastoral Familiar da Paróquia Imaculado Coração de Maria, na Região Episcopal Brasilândia, corresponde, segundo ela, a um dos dias mais marcantes de um trabalho iniciado, em março, devido à pandemia do novo coronavírus.

PREOCUPAÇÃO CONSTANTE

Fundada há 10 anos, a Pastoral Familiar é formada pelos paroquianos das dez comunidades que integram a Paróquia Imaculado Coração de Maria, nos bairros Jardim Elisa Maria, Jardim Princesa, Jardim Vista Alegre, Parque Tietê, Jardim dos Francos, Jardim Teresa e Cidade Alta, na Zona Noroeste de São Paulo, uma das regiões mais afetadas pela crise sanitária da COVID-19.

O grupo formado por cerca de 30 pessoas já realizava, em menor quantidade, doações de cestas básicas e foi o responsável, há alguns anos, por angariar fundos para a construção de dois cômodos e um banheiro para uma senhora, conhecida como Dona Eva, que realiza faz tratamento com hemodiálise pudesse morar no bairro do Jardim Elisa Maria.

PELOS ÚLTIMOS SETE MESES

Segundo Ricarla, com o estopim da doença, a Pastoral percebeu que “nossos irmãos moradores de rua estavam sendo esquecidos pela sociedade e, nós como Igreja, não poderíamos ver e ficar de braços cruzados e resolvemos ir às ruas fazer o que o próprio Jesus nos ensinou: ‘ide aos pequeninos’”, contou a coordenadora.

Desde então, formou-se uma força tarefa. Inicialmente, as entregas de café da manhã ocorriam apenas aos sábados e domingos, mas, com a flexibilidade no trabalho de alguns membros, foi possível ampliar o trabalho que hoje acontece uma vez por semana com a oferta de jantares, sobretudo, nos bairros do entorno da Paróquia e em Santana.

Além das entregas para a população de rua, a Pastoral presta assistência às famílias em situação de vulnerabilidade.

A coordenadora refletiu que esta experiência foi transformadora para os envolvidos e que os membros desejam seguir com a ação mesmo após o fim da pandemia e realçou que durante esse contato mais próximo, pode perceber que as pessoas que se encontram em situação de rua, muitas vezes, necessitam de algo a mais do que o próprio alimento: “Cada ação é pensada com muito carinho, visando sempre a necessidade do próximo. Precisamos sempre sair às ruas munidos não só do material, mas também de muita fé e esperançam, pois, muitos que ali estão buscam por isso”.

EM AÇÃO

Além da colaboração das famílias, a Pastoral conta com o apoio e doação de amigos que destinam os alimentos que são preparados em uma das comunidades da Paróquia ou na casa dos próprios membros do grupo.

Para divulgar e angariar mais recursos, existem as páginas no Facebook  e Instagram.

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Novo documento do Vaticano ressalta o compromisso dos bispos pela unidade dos cristãos

“O Bispo e a unidade dos Cristãos: vademecum ecumênico” é o título do novo documento publicado pelo Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade...

Dom Jorge Pierozan conclui visitas pastorais na Região Santana

O Bispo celebrou na Paróquia Santa Joana D’Arc, no  Setor Pastoral Tremembé No domingo, 29 de novembro, Dom Jorge Pierozan, Bispo Auxiliar de São Paulo...

Paróquia Nossa Senhora das Graças realiza festa da padroeira na Brasilândia

As festividades foram encerradas com uma procissão luminosa e missa solene Com o tema “Maria, mãe da consolação e de todas as graças”, foi celebrada...

Governo cria Comitê Interministerial de Doenças Raras

Decreto está publicado hoje no Diário Oficial da União O governo federal criou o Comitê Interministerial de Doenças Raras, que funcionará no âmbito do Ministério...

Primeira pregação do Advento, Catalamessa: “irmã morte é fonte de vida eterna”

Nesta primeira sexta-feira do Advento, 4, iniciaram as meditações do pregador da Casa Pontifícia Raniero Cantalamessa, criado cardeal pelo Papa Francisco no Consistório de...

Newsletter