Hoje a Igreja celebra São Celestino

O Pontífice fez de tudo para condenar o erro e o pecado sem deixar de amar o errado e o pecador

Reprodução

Em 28 de julho, a Igreja recorda a santidade do Papa Celestino I, que governou a Igreja dos anos 422 até 432. Ele nasceu na Itália e, ao ser escolhido para governar a Igreja de Cristo, usou muito bem o cajado da justiça e da paz.

No tempo dele, havia a autossuficiência do Pelagianismo, que embora condenado no Concílio de Cartago, perdurava querendo “contaminar” os cristãos, pois afirmava uma “autossalvação”.

Combatente também contra a heresia do Nestorianismo – que afirmava ter Jesus duas naturezas e duas pessoas – São Celestino fez de tudo para condenar o erro e o pecado sem deixar de amar o errado e o pecador; assim viveu na santidade até entrar na eterna casa dos santos em 432.

(Com informações de Canção Nova)

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter