‘A Igreja não é o clube dos puros, mas um povo chamado à santidade’

‘A Igreja não é o clube dos puros, mas um povo chamado à santidade’
Cardeal Odilo Scherer (foto: Bruno Melo/arquivo)

Na missa da manhã da sexta-feira, 2, o Cardeal Odilo Pedro Scherer recordou que Jesus Cristo veio para salvar os pecadores e chamá-los à conversão.

O Arcebispo de São Paulo presidiu a Eucaristia na capela de sua residência, transmitida pela rádio 9 de Julho e pelas mídias digitais da Arquidiocese.

Vocação de Mateus

O Evangelho do dia (Mt 9,9-13) narra a vocação de São Mateus, coletor de impostos chamado por Jesus para a ser seus discípulo e, posteriormente, um dos 12 apóstolos. depois de ser chamado pelo Senhor, Mateus o convida para jantar em sua casa, o que chama a atenção dos fariseus, uma vez que os cobradores de impostos são considerados pecadores públicos.

Jesus conhece os pensamentos dos que o criticavam e diz: “Aqueles que têm saúde não precisam de médico, mas sim os doentes. Aprendei, pois, o que significa: ‘Quero misericórdia e não sacrifício’. De fato, eu não vim para chamar os justos, mas os pecadores”.

Missão da Igreja

“Também hoje, há muitos que gostariam que a Igreja fosse o clube dos puros, santos e justos sem nenhuma falha. É claro que devemos progredir na vida santa. Porém, a Igreja é este povo de santos e pecadores. Se quisermos expulsar os pecadores e não estarem contato com eles, fazemos um juízo soberbo de nós mesmos”, destacou o Cardeal. 

O Arcebispo acrescentou que a Igreja é enviada ao mundo para todos, santos, pecadores e, sobretudo, para quem não crê e ainda não conhecem a Deus. “Eles que precisam ouvir a Boa-Nova para se converter e receber a misericórdia de Deus”, completou. 

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter