‘A salvação não é obra humana, mas de Deus’

Dom Odilo Scherer (foto: Bruno Melo/arquivo)

Na missa da terça-feira, 17, o Cardeal Odilo Pedro Scherer meditou sobre o desapego dos bens para alcançar o Reino de Deus e a confiança na ajuda divina para corresponder à vocação.

O Arcebispo de São Paulo presidiu a Eucaristia da capela da sua residência, transmitida pela rádio 9 de Julho e pelas mídias digitais da Arquidiocese.

A primeira leitura (Jz 6,11-24a) narra a escolha de Gedeão como juiz do povo, que, na época era um governante e defensor do povo.

Na homilia, Dom Odilo ressaltou que Gideão aceitou a missão a qual foi chamado e Deus lhe garantiu sua ajuda. “Quem é chamado, deve confiar que Deus não o abandona. Claro que o Senhor também pede fidelidade e correspondência a esse chamado”, afirmou o Cardeal.

“Quem é chamado para a vida religiosa, para o sacerdócio, para ser missionário na Igreja também sente medo e se pergunta se irá perseverar. Vale a pena lembrarmos que Deus garante estar conosco na missão que ele nos confia e, portanto, dá a força e as possibilidades para desempenhá-la bem”, completou o Arcebispo.

Nada é impossível

No Evangelho do dia, Jesus diz aos discípulos: “Em verdade vos digo, dificilmente um rico entrará no reino dos Céus. E digo ainda: é mais fácil um camelo entrar pelo buraco de uma agulha, do que um rico entrar no Reino de Deus”.

Então, os discípulos perguntam ao mestre quem, afinal, pode ser salvo. Jesus, por sua vez, responde: “Para os homens isso é impossível, mas para Deus tudo é possível”.

“Para Deus, é possível converter os corações com sua graça. Além disso, a salvação não é obra humana, mas de Deus. Quem quisesse comprá-la com sua  riqueza, com suas realizações ou unicamente com seu esforço, não conseguiria. Pois, a salvação é obra de Deus, é para todos aqueles que a acolhem com alegria e reconhecem o dom divino que salva”, destacou Dom Odilo.

Por fim, o Cardeal exortou: “Também nós, devemos ter a coragem, a sinceridade e a humildade de buscar o Reino de Deus acima de tudo e os demais bens devem nos servir para esta vida, mas não garantem a nossa salvação eterna”.

Comentários

  1. Eu Tomás de Jesus Albino
    sou Timorense País Timor Leste🇹🇱
    Boa noite à todos e especialmente O meu Dom Odilo Agradeço e grande abraços por ter iniciativa de criar o jornal diario de São Paulo. Aproveite está oportuno queria louvar a todos equipas, porque atráves deste diario eu aprendo e acompanhar o novo a nova Materia e a fé de Deus sempre motivar meu pensamento para que aproximar a Deus atraves der artigos e outras coisas que falam sobre a nossa fé.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter