‘Acolhamos os sinais de Deus que nos chamam à conversão e à vida santa’

(Foto: Arquivo/Bruno Melo)

O Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo, presidiu, na capela de sua residência, a missa desta segunda-feira, 8, transmitida pela rádio 9 de Julho e pelas mídias digitais da Arquidiocese.

Na homilia, Dom Odilo meditou a partir do trecho do Evangelho do dia  (Lc 4,24-30), no qual Jesus, ao visitar a Sinagoga de Nazaré, disse ao povo: “Em verdade eu vos digo que nenhum profeta é bem recebido em sua pátria”.

“Jesus vê a incredulidade do povo de Nazaré, que o viu crescer”, afirmou o Cardeal, destacando que muitos esperavam que o Senhor realizasse muitos milagres e prodígios para que cressem nele.  “Jesus não faz milagres para dar espetáculos. As pessoas não reconhecem nele o poder de Deus, pois veem apenas o humano”, acrescentou.

No dia a dia

Em seguida, o Arcebispo enfatizou que a Quaresma é um tempo oportuno para refletir sobre quantas vezes se buscam sinais extraordinários de Deus, e não se reconhecem suas manifestações no cotidiano da vida, nas realidades que estão ao alcance de todos e nem sempre são valorizadas, como a Palavra de Deus, os mandamentos, os sacramentos, o perdão dos pecados e a reconciliação, a própria  Igreja.

“No caminho quaresmal, acolhamos os sinais de Deus no dia a dia, que nos chamam à conversão, à vida santa e virtuosa, que nos chamam a viver a dignidade dos filhos e filhas de Deus”, concluiu o Cardeal.

Dia Internacional da Mulher

No fim da celebração, Dom Odilo dirigiu uma saudação às mulheres, pela comemoração do dia internacional dedicado a elas. “Que Deus as proteja, que façam bem a sua parte nessa metade da humanidade que elas representam. Que Nossa Senhora seja inspiração para a sua vida”, manifestou o Arcebispo que, em seguida, rezou uma Ave-Maria por todas as mulheres.

LEIA TAMBÉM:
As mulheres que dedicaram a própria vida à Igreja de Cristo


‘A mulher de hoje está em diversos setores, mas ainda cuida das mesmas coisas que sua mãe’

Deixe um comentário