Aneel anuncia que conta de energia elétrica ficará mais cara

Justificativa é a necessidade de maior uso das termoelétricas

Aneel

A conta de luz ficará mais cara neste mês. De acordo com informação da Agência Nacional de Energia Elétrica )(Aneel, a  tarifa sofrerá acréscimo de R$ 4,169 a cada 100 kWh (quilowatt-hora) consumidos e passa ao patamar vermelho 1.

A justificativa da Agencia é de que no mês de maio dá-se início ao período seco e, com isso, os principais reservatórios têm nível de abastecimento reduzido.

Esse cenário sinaliza patamar desfavorável de produção das hidrelétricas e a necessidade do maior uso da energia produzida nas termoelétricas.

Funcionamento das bandeiras

Desde o ano de 2015, as contas de energia trazem o adicional do Sistema de Bandeiras Tarifárias, que apresenta as seguintes modalidades: verde, amarela e vermelha e indicam se haverá ou não acréscimo no valor da energia a ser repassada ao consumidor final, em função das condições de geração de eletricidade. Cada modalidade apresenta as seguintes características:

Bandeira verde: condições favoráveis de geração de energia. A tarifa não sofre nenhum acréscimo;

Bandeira amarela: condições de geração menos favoráveis. A tarifa sofre acréscimo de R$ 0,01343 para cada quilowatt-hora (kWh) consumidos;

Bandeira vermelha – Patamar 1: condições mais custosas de geração. A tarifa sofre acréscimo de R$ 0,04169 para cada quilowatt-hora kWh consumido.

Bandeira vermelha – Patamar 2: condições ainda mais custosas de geração. A tarifa sofre acréscimo de R$ 0,06243 para cada quilowatt-hora kWh consumido.

Fonte: Aneel

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter