Cardeal Scherer motiva a RCC a fortalecer a fé dos que retornam à Igreja

Arcebispo Metropolitano presidiu a Eucaristia no Congresso Arquidiocesano da Renovação Carismática Católica, movimento que no Brasil congrega 500 mil pessoas que vivem a ‘Cultura de Pentecostes’

Felipe Santos/RCC

Sob o tema “A paz esteja convosco! Como o Pai me enviou, assim eu também vos envio a vós” (Jo 20,21), 170 pessoas se reuniram no último fim de semana, dias 29 e 30 de junho, para participar do Congresso Arquidiocesano da Renovação Carismática Católica (RCC).

Foram dois dias com momentos intensos de oração, louvor, escuta, pregações e partilhas fraternas no Centro Pastoral São José, na Região Belém.

O Cardeal Odilo Pedro Scherer presidiu a missa que encerrou o primeiro dia do encontro. O Arcebispo Metropolitano destacou que muitos estão retornando à Igreja Católica com um desejo renovado de aprofundar sua fé: “Aí está um grande espaço da missão da Renovação Carismática. Deus abençoe essa grande missão de vocês!”.

55 ANOS DA RCC BRASIL

Surgida nos Estados Unidos em 1967, a RCC atua em dezenas de países, nos cinco continentes. Em 2024, completa 55 anos de presença no Brasil. Os primeiros encontros carismáticos no país aconteceram na Arquidiocese de Campinas (SP).

O movimento tem como elemento central os “Grupos de Oração”, células paroquiais que se reúnem semanalmente com o objetivo de proporcionar uma experiência profunda com Deus por meio do “Batismo no Espírito Santo”.

“O que vivemos é a ‘cultura de Pentecostes’, ou seja, a experiência com o Espírito Santo para conhecê-lo, amá-lo e adorá-lo cada vez mais”, explicou, ao O SÃO PAULO, Rinaldo José de Oliveira, presidente da RCC do estado de São Paulo e um dos palestrantes do Congresso.

ESTRUTURAÇÃO

No Brasil, existem atualmente mais de 15 mil Grupos de Oração, congregando cerca de meio milhão de pessoas.

A estrutura da RCC é concebida como uma rede coesa que se expande sem perder sua unidade. O Conselho Nacional se reúne anualmente em setembro durante a “Semana de Oração e Escuta Profética”, período em que os membros discernem a “Palavra Norteadora” que guiará o tema do Congresso – arquidiocesano ou estadual/nacional, realizado de modo alternado a cada dois anos – e dos encontros recorrentes dos Grupos de Oração.

“Os núcleos de cada Grupo de Oração se reúnem para escolher o tema dos encontros semanais, baseando-se na Palavra Norteadora e no calendário litúrgico da Igreja. Nosso trabalho de evangelização sempre busca testemunhar a comunhão com a Igreja”, explicou Maria Helena Soriano, presidente do Conselho da RCC na Arquidiocese de São Paulo.

Encontros similares ao que ocorreu na Arquidiocese de São Paulo no último final de semana acontecerão em outras 42 dioceses paulistas, com o mesmo tema geral e títulos idênticos para cada pregação. Essa harmonia fortalece a unidade, assegura Felipe Santos, coordenador do Ministério de Comunicação da RCC em São Paulo. Ele também destaca os frutos desses encontros: “Renovamos a alegria, a fé e a profunda experiência com o amor de Deus, que tudo transforma”.

MILAGRES DA ORAÇÃO

Essa transformação é testemunhada pelos membros da RCC. Tatiane de Souza Morais Augusto, 41, participa de Grupos de Oração desde a adolescência. Ela atribui a conversão de seu pai, momentos antes do falecimento, às orações fervorosas feitas nos encontros.

“Meu pai era alcoólatra e muitos diziam que ele não tinha mais jeito. Mas eu rezei intensamente pela sua conversão e, antes do infarto fulminante que o levou à morte, ele pediu à minha mãe para ajudá-lo a conhecer o ‘Deus que nós conhecíamos’”.

Emocionada, Tatiane diz que ter se tornado mãe também foi um milagre: “Desde a adolescência, sabia que não poderia ter filhos, mas um padre me desafiou: ‘Você não é da Renovação? Não está cheia do Espírito Santo? Então reze!’ No mesmo mês, estava grávida do meu milagre, João Paulo”.

Fazer parte da RCC também é a força para continuar a viver para os que sofreram grandes tristezas. “Perdi minha filha de 37 anos há três meses. Pensei que não conseguiria mais seguir em frente. Mas os irmãos do Grupo de Oração têm sido uma grande ajuda. Eles rezam por mim e me ouvem. Sempre saio de lá aliviada e mais forte”, contou Maria Zilmar Lopes.

Ela participou dos dois dias do Congresso e levou o filho, Bruno Lopes Ferreira, que recebeu um bolo surpresa da equipe organizadora, pois era seu aniversário no dia do encontro. “Foi um presente para mim estar aqui neste momento difícil”, disse o rapaz.

SUPERANDO DESAFIOS

Apesar da certeza da ação do Espírito Santo em suas vidas, os membros da RCC dizem que convivem com muitos desafios, um deles o de superar o estigma de que o movimento tem algumas práticas contrárias à Tradição da Igreja.

“Somos um movimento eclesial, atuando com a autorização e bênção dos bispos locais. Além disso, o Papa Francisco nos reconhece como ‘Corrente de Graça’, e em 2017 estabeleceu um conselho para criar um serviço único mundial para a Renovação Carismática Católica, chamado ‘Charis’ (acrônimo para Serviço Internacional da Renovação Carismática Católica)”, enfatizou José Rogério Soares dos Santos, membro da RCC há 37 anos e atualmente deputado estadual em São Paulo.

Outro desafio mencionado por Rogério é o declínio da participação das pessoas nos encontros presenciais da RCC. “Durante a pandemia, as pessoas se acostumaram com transmissões ao vivo e vida virtual, tornando-se menos receptivas à vida comunitária”, avaliou.

VIDAS NOVAS PARA UM MUNDO NOVO

O convite para abraçar uma vida de santidade, um chamado frequente nos encontros da RCC, não apenas orienta a jornada espiritual, mas também contribui significativamente para a formação humana dos fiéis.

“Eu não prestava como homem”, traduz essa transformação José Pinheiro, que há 12 anos participa ativamente do Grupo de Oração de sua comunidade. “Eu era alcoólatra, traía minha mulher, roubava minha empresa, era violento com meus filhos. Aprendi a ser fiel a Jesus e isso me fez um homem melhor”, confidenciou.

Consciente de que muitos como José encontraram uma nova vida nos encontros da RCC, Dom Odilo incentivou toda a “família carismática” a continuar promovendo histórias de transformação como essa: “Que Deus os ilumine para que possam ajudar muitos irmãos a viver com alegria a fé da Igreja, a fé que recebemos dos Apóstolos”.

guest
1 Comentário
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Nerci Aparecida Moraes Silva
Nerci Aparecida Moraes Silva
16 dias atrás

Amei esta reportagem, com palavras simples resumiu o que é a Renovação Carismática Católica no Brasil e no mundo. Vocês que escreveram esta matéria estão de parabéns!