Cardeal Scherer visita paróquias para festejar São José Operário

Arcebispo de São Paulo tem peregrinado às comunidades dedicadas a São José para celebrar, com o povo, o padroeiro que teve sua solenidade litúrgica restrita pela pandemia

Imagem do padroeiro da Paróquia São José Operário, no Imirim, onde Dom Odilo celebra no sábado, 1º de maio, às 17h (foto: Paróquia São José Operário)

No sábado, 1º de maio, Dia Mundial do Trabalho, a Igreja celebra a memória de São José Operário. Este ano, a data tem destaque maior, devido à celebração no contexto do Ano de São José, proclamado pelo Papa Francisco para ressaltar a figura do esposo da Virgem Maria, pai adotivo de Jesus, e patrono universal da Igreja Católica.  

Na Arquidiocese de São Paulo, assim como em muitas dioceses brasileiras, a celebração desta data terá ênfase ainda maior, uma vez que, devido às restrições impostas pela fase emergencial da pandemia de COVID-19, a solenidade litúrgica de São José, em 19 de março, não pôde ser celebrada com a presença de fiéis nas Igrejas.

Peregrinação

Por esse motivo, desde a retomada das missas presenciais, no último dia 18, o Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo Metropolitano de São Paulo, tem feito uma verdadeira peregrinação às diversas paróquias dedicadas a São José na Arquidiocese para celebrar o Padroeiro solenemente com o povo.

Em muitas dessas comunidades, o próprio Dom Odilo entrou em contato, manifestando o desejo de celebrar, incentivando o povo a não deixar a festejar o Santo com entusiasmo e devoção, seguindo os protocolos sanitários e as restrições da capacidade de fiéis nos templos, para evitar aglomerações.

No sábado, Dom Odilo presidirá missas às 10h, na Paróquia São José do Jaguaré, na zona Oeste; às 12h, na Paróquia São José do Ipiranga, na zona Sul; e às 17h, na Paróquia São José Operário, no Imirim, na zona Norte.

LEIA TAMBÉM:
Como celebrar o Ano de São José na Arquidiocese de São Paulo?

Especial: São José
Arcebispo preside missa na Paróquia São José do Belém, em março (Foto: Luciney Martins/O SÃO PAULO)

‘Interceda por todos’

Em 19 de março, mesmo sem a possibilidade de missas com o povo, o Cardeal fez questão de manter a celebração agendada na Paróquia São José do Belém, na zona Leste. Uma das mais tradicionais da cidade.

Na Igreja vazia, diante das câmeras que transmitiam a missa para a comunidade, o Dom Odilo manifestou sua proximidade com os fiéis que não puderam festejar solenemente seu patrono. “Celebramos São José de uma forma diferente… Mas precisamos colaborar para frear o contágio desta pandemia que tem deixado tantas pessoas doentes e mortos. Que São José interceda por todos os doentes, por todas as famílias que estão em luto e por todos os que vivem a aflição deste tempo”, afirmou, na ocasião.

O Arcebispo também lembrou que o Ano de São José prosseguirá até 8 de dezembro, de modo que ainda há esperança de festejar o Padroeiro com festas, procissões e outras manifestações públicas de fé.  Para isso, ele reforçou que é preciso colaborar para que a crise sanitária seja superada.

Na missa da sexta-feira, 30, na capela de sua residência, o Purpurado convidou todos a pedirem a intercessão de São José por todos os trabalhadores, desempregados e subempregados, especialmente, pelos que vivem a angústia das restrições ao trabalho impostas pela pandemia.

Ano de São José

Para ano de São José seja bem vivenciado na Arquidiocese, o Cardeal Scherer apresentou uma série de iniciativas para serem realizadas pelas paróquias, comunidades e organizações eclesiais durante esse período comemorativo.

Dom Odilo anunciou, ainda, que, até 8 de dezembro, todas as igrejas, oratórios públicos e semi-públicos dedicados a São José na Arquidiocese de São Paulo são reconhecidos como “Igrejas de peregrinação do Ano de São José”, onde se poderá obter indulgência plenária, isto é, a remissão da pena temporal dos pecados já perdoados, como prevê a Santa Sé, aos fiéis que: 

–           Estejam arrependidos dos seus pecados;

–           Façam a profissão da fé́ católica;

–           Renovem o propósito de viver conforme a vontade de Deus;

–           Rezem pelo Papa e pela Igreja;

–           Busquem a Confissão sacramental em breve;

–           Participem da Santa Missa e comunguem.

Recomendam-se, ainda, as seguintes práticas:

–           Meditar por, pelo menos, 30 minutos a oração do Pai-Nosso, ou participar de um retiro espiritual, que inclua uma meditação sobre São José;

–           Praticar uma obra de misericórdia corporal ou espiritual, a exemplo de São José;

–           Rezar o Terço em família, entre casais de namorados ou noivos;

–           Confiar a São José a santificação do trabalho, a proteção do trabalho que já́ se exerce ou à procura de um emprego digno aos desempregados;

–           Fazer a oração a São José (do Papa), e/ou a ladainha de São José a favor da Igreja perseguida e pelo alívio dos cristãos que sofrem qualquer forma de perseguição.

–           Também são aceitas todas as orações legitimamente aprovadas pela autoridade eclesiástica (Bispo), ou os atos de piedade realizados em honra de São José.

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter