Comissão conclui programa de preparação do Centenário de Dom Paulo

Missa que abrirá as festividades dos 100 anos de nascimento do Arcebispo de São Paulo entre 1970 e 1998 acontecerá em 14 de setembro, às 10h, na Catedral da Sé

Luciney Martins/O SÃO PAULO

Restando poucos detalhes para a abertura e a execução da programação dos eventos que marcarão a celebração do centenário de Dom Paulo Evaristo Arns (1921-2016), já se pode afirmar que está praticamente tudo pronto.

A Comissão do Centenário se reuniu no dia 4 de agosto com o Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo Metropolitano.

Primeiramente, as atenções de todos se voltaram para a preparação da missa no dia mesmo em que Dom Paulo completaria cem anos de idade: 14 de setembro, que acontecerá na Catedral da Sé, às 10h. Levantaram-se vários nomes de autoridades e de entidades que se rão convidadas para esta celebração. Os convites já começaram a ser distribuídos para as organizações da Igreja – Nunciatura Apostólica, Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Regional Sul 1 da CNBB, Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB) –, autoridades políticas do estado de São Paulo e da capital paulista, representantes da família Arns, associações culturais, acadêmicas, judiciárias e tantas outras que atuaram com Dom Paulo durante seu ministério episcopal na cidade e suas ações no Brasil e no mundo.

A celebração será presidida pelo Cardeal Scherer, idealizador e responsável direto pela realização do centenário. Concelebram com ele seus bispos auxiliares, outros arcebispos, cardeais convidados e o clero. Um representante do clero de São Paulo lembrará a vida e a obra do Cardeal Arns no início da missa, e a palavra será dada às autoridades políticas e da Comissão Justiça e Paz para breve mensagem.

Um folheto litúrgico especial facilitará a participação na celebração. Haverá, ainda, uma edição especial do jornal O SÃO PAULO, destacando a vida, a obra e o legado deixados por Dom Paulo para o presente e o futuro da Igreja na cidade.

Entre os eventos programados estão debates, reflexões, a obra literária de Dom Paulo e as iniciativas pastorais que ele e seus colaboradores tomaram e que ainda hoje existem. Além disso, ao longo do ano, a Arquidiocese marcará presença em tantas outras iniciativas programadas pela Província dos Frades Menores de São Francisco e de entidades ligadas aos direitos humanos.

Será dado destaque à obra literária de Dom Paulo, com a possível reedição de um de seus livros, e uma exposição fotográfica mostrará momentos marcantes do seu pastoreio. Até mesmo um concerto musical na Sala São Paulo foi programado, faltando apenas confirmar a data.

Dom Odilo Pedro Scherer, desde o início, deixou bem claro que não se trata apenas de olhar o passado e, nele, o Cardeal Arns em ação. O que se quer é resgatar todo o legado espiritual, o pensamento, a visão pastoral do Cardeal da Esperança. Por sua vez, os participantes da Comissão cuidaram com esmero da escolha e da programação dos eventos, tendo em vista que todos eles têm uma ligação afetiva com Dom Paulo e colaboraram com ele no pastoreio da cidade.

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter