‘Como São Lourenço, sejamos testemunhas da caridade’

Cardeal Odilo Scherer (foto: Bruno Melo/arquivo)

O Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo, presidiu a missa da festa de São Lourenço na manhã da terça-feira, 10.

A Eucaristia, celebrada da capela da sua residência, foi transmitida pela rádio 9 de Julho e pelas mídias digitais da Arquidiocese. 

Diácono da Igreja de Roma, Lourenço foi martirizado na perseguição do imperador Valeriano, no ano de 258, quatro dias após o Papa Sisto II e seus companheiros também serem mortos.

Serviço aos pobres

Na homilia, Dom Odilo recordou que este Santo era reconhecido por sua caridade para com os mais necessitados. Segundo relatos de sua época, quando foi interrogado pelas autoridades romanas sobre onde estavam os bens da Igreja, Lourenço teria chamado os pobres e lhes apresentou como os verdadeiros bens da Igreja. 

‘São Loureço compreendeu o mandamento da caridade dado por Jesus e, por isso mesmo, foi exemplar no exercício da caridade. Além disso, era catequista e, portanto, além do pão que mata a forme do corpo, também se preocupava em dar o pão a mata a fome da alma, da fé”, acrescentou o Arcebispo, recordando o refrão do salmo responsorial do dia: “Feliz o homem caridoso e prestativo”(Sl 111).

Generosidade

Ao comentar o trecho da primeira leitura (2Cor 9,6-10), na qual São Paulo afirma que “quem semeia pouco colherá também pouco e quem semeia com largueza colherá também com largueza”, o Cardeal explicou que o Apóstolo se referia à generosidade na partilha.

“Que aprendamos com São Lourenço essa lição, esse testemunho que jesus pede a todos”, completou Dom Odilo, lembrando o aumento da pobreza das pessoas em situação de rua na cidade, necessitadas da generosidade dos cristãos. “É muito importante que, além da caridade  individual, que vemos abundantemente, houvesse uma solução pública para atender às necessidades dessas pessoas”, acrescentou o Cardeal.

Cardeal também pediu a intercessão de São Lourenço por todos os diáconos da Igreja, em especial, os enfermos e falecidos.

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter