COVID-19: Brasil tem 5º dia seguido com média móvel acima de 3 mil óbitos

Dados são do consórcio de veículos de imprensa. Ministério da Saúde informa que 12,1 milhões de pessoas já se recuperaram da doença

UTI COVID-19 em hospital do Piauí (foto: Governo do Estado do Piauí)

Nas últimas 24 horas, 3.462 pessoas morreram por complicações decorrentes da COVID-19 no Brasil, elevando, assim, para 362.180 o número de óbitos pela doença desde o começo da pandemia.

Os dados foram divulgados pelo consórcio de veículos de imprensa na noite desta quarta-feira, 14. Com isso, a média móvel chegou aos 3.012 óbitos/dia, uma queda de 3% em relação a 14 dias atrás, o que sinaliza uma estabilidade da pandemia no Brasil. No entanto, este é o 5o dia seguido em que esse indicador supera o número de 3 mil vidas perdidas.

O número de casos confirmados desde o começo da pandemia é de 13.677.564, dos quais 75.998 foram notificados de ontem para hoje.

As informações apresentadas pelo Ministério da Saúde são diferentes: o acumulado de mortes por COVID-19 está em 361.884 pessoas, das quais 3.459 perderam a vida nas últimas 24 horas.

A soma de casos acumulados foi para 13.673.509. Entre ontem e hoje, foram confirmados 83.513novos diagnósticos positivos.

Ainda de acordo com o Ministério da Saúde, o número de pessoas recuperadas está em 12.170.771 e o de pacientes com casos ativos, em acompanhamento por equipes de saúde, ficou em 1.140.852.

15,5 milhões de vacina da Pfizer até junho

Nesta quarta-feira, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, informou que a Pfizer vai antecipar, para o primeiro semestre, a entrega de 2 milhões de doses da vacina contra COVID-19 para o Brasil. O governo brasileiro tem um contrato com a farmacêutica para a entrega 100 milhões de doses até o final do ano.

Queiroga disse que estão garantidas 15,5 milhões de doses da vacina da Pfizer para os meses de abril, maio e junho.

Este mês, o Instituto Butantan concluirá a entrega das 46 milhões de doses da CoronaVac ao Plano Nacional de Imunização, e até 10 de agosto entregará mais 54 milhões, já adquiridas pelo Governo Federal.

Até o momento, 24.956.272 pessoas já receberam a 1a dose de vacina contra a COVID-19, cerca de 11,79% da população do País. A 2a dose já foi aplicada em 8.121.842 pessoas (3,84% da população). Estão disponíveis para aplicação os imunizantes Oxford/Astrazeneca e CoronaVac.

Nova redução de ocupações de leitos de UTI em SP

O Estado de São Paulo registra nesta quarta-feira o acumulado de 85.475 mortes e 2.686.031 casos confirmados pela COVID-19. Nas últimas 24h foram 1.095 óbitos e 18.790 casos.

O número de internações continua em queda. São 25.260 internados, sendo 11.798 em leitos de Terapia Intensiva e 13.462 em enfermaria. As taxas de ocupação dos leitos de UTI registradas hoje foram de 84,9% na Grande São Paulo e 86,4% no Estado.

Também hoje, o governo paulista anunciou as datas para o início da vacinação das pessoas com 64 e 63 anos – a partir de 29 de abril – e de 60 a 62 anos – 6 de  maio.

Fontes: Ministério da Saúde, G1, Agência Brasil e Governo de São Paulo

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter