COVID-19: Governo de SP anuncia vacinação para trabalhadores do transporte coletivo, doentes crônicos e pessoas com Down

Segundo o governo do Estado, cerca de 165 mil trabalhadores do transporte coletivo serão imunizados (Foto:Rovena Rosa/Agência Brasil)

O governo do estado de São Paulo anunciou nesta terça-feira, 20, a antecipação da vacinação conta COVID-19 para pessoas com 64 anos, a partir desta sexta-feira, 23. Também foi anunciada a inclusão de pessoas com síndrome de Down, pacientes transplantados e renais em diálise, a partir de 10 de maio.

Nesses três grupos, serão aplicadas doses em pessoas adultas, na faixa de 18 a 59 anos, pois idosos pertencentes a esses públicos já estão contemplados nas etapas previamente anunciadas.

Na coletiva de imprensa, também foi anunciada a imunização dos motoristas cobradores de ônibus do transporte coletivo a partir do dia 18. Estima-se que cerca de 165 mil trabalhadores do setor iniciem a imunização contra o coronavírus no próximo mês.

Na segunda-feira, 19, já havia sido anunciada a vacinação dos trabalhadores do Metrô e CPTM, da área de segurança, manutenção, limpeza e agentes de estação na linha de frente com 47 anos ou mais, além de operadores de trem de todas as idades. O público estimado nessa categoria é de 10 mil pessoas.

A decisão pela imunização dos motoristas e cobradores de ônibus foi anunciada após reunião com representantes dos sindicatos das categorias na noite da segunda-feira. Esses sindicatos haviam anunciado uma greve para hoje, cobrando por prioridade na vacinação contra a COVID-19 por se tratar de um trabalho essencial. No entanto, a paralização foi suspensa depois da reunião com a categoria e a promessa de que os profissionais do transporte público seriam incluídos.

Vacinação

A campanha de vacinação contra a COVID-19 teve início no dia 17 de janeiro em São Paulo, com a aplicação de doses em profissionais da área da saúde, indígenas e quilombolas. No dia 8 de fevereiro, as doses começaram a ser aplicadas em idosos. Essa vacinação ocorre de forma gradual e decrescente.

O estado também começou a vacinar profissionais da área de segurança e da educação. Na primeira semana de abril teve início a vacinação de agentes de segurança pública e, no dia 12 de abril, começou a vacinação de professores e outros profissionais da área da educação com idade acima de 47 anos.

Quanto à vacinação de mulheres gestantes, o secretário estadual da saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, informou que serão vacinadas, neste momento, apenas aquelas que fazem parte dos grupos prioritários, como trabalhadoras da área da saúde, educação [neste caso, somente para pessoas com mais de 47 anos] ou segurança pública.

Cadastro

Para agilizar o atendimento no momento da vacinação, o governo recomenda que seja feito o pré-cadastro no site VacinaJá, que diminui o tempo de espera no momento da vacinação. O pré-cadastro não é obrigatório, e os cidadãos que não puderem preenchê-lo poderão se vacinar normalmente, informando seus dados presencialmente no momento da vacinação.

(Com informações de Governo do Estado de São Paulo e Agência Brasil)

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter