Dias de festa no Mosteiro da Luz pelo padroeiro, Frei Galvão

Luciney Martins/O SÃO PAULO

A Igreja Santo Antônio de Sant’Anna Galvão, no Mosteiro da Luz, bairro da Luz, esteve em festa entre os dias 2 e 25 de outubro, celebrando o Padroeiro. No dia de encerramento aconteceram seis missas: às 7h, 9h, 11h, 13h, 16h e 19h.

A celebração das 16h foi presidida pelo Cardeal Scherer, Arcebispo Metropolitano de São Paulo, e comcelebrada pelo Padre José Arnaldo Juliano dos Santos, Capelão do Mosteiro da Luz, e com a assistência dos Diáconos Seminaristas Álvaro Moreira Gonçalves e Claudinei Venâncio da Silva, e do Diácono Permanente João Carlos Fornari.

Na homilia, Dom Odilo reforçou as virtudes do Santo, tais como a santidade, a religiosidade, a simplicidade e a pobreza, vivendo uma vida missionária e que, apesar de tantos anos após sua morte, ainda hoje tem grande significado, pois ensina o caminho da santidade que é o de se aproximar de Deus e fazer a Sua vontade. O Cardeal também ressaltou que “a santidade é missão de todos nós, é Deus que faz o milagre. O que faz o santo não é o milagre, mas, sim, a sua comunhão com Deus”.

Frei Galvão sabia ouvir as pessoas, uma virtude fundamental válida ainda hoje. Sabia aconselhar, orientar, direcionar ao caminho de Cristo. Era um pacificador, um reconciliador, promovia a reconciliação, a concórdia e a paz.

Em todos os dias, houve a distribuição das pílulas de Frei Galvão, confeccionadas pelas Irmãs Concepcionistas da Ordem da Imaculada Conceição. É tradição que sejam distribuídas gratuitamente às pessoas que têm confiança na intercessão de Frei Galvão.

(Com informações do Centro Pastoral da Região Sé)

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter