Dom Devair toma posse como Bispo da Diocese de Piracicaba (SP)

Posse canônica no sábado, 16, teve a participação do Cardeal Scherer, Arcebispo de São Paulo, e de Dom Pedro Luiz Stringhini, Presidente do Regional Sul 1 da CNBB

Dom Devair Araújo da Fonseca na missa solene de posse canônica como Bispo de Piracicaba (Fotos: Diocese de Piracicaba)

 “Vamos caminhar juntos, animados pela Palavra de Deus e alimentados pela Eucaristia. Vamos reanimar nossas comunidades, revitalizar nossas pastorais e movimentos. Vamos perdoar o que é preciso perdoar, curar as feridas abertas, dar passos de conversão e comunhão, corrigir e reorientar os nossos passos. Esta é uma tarefa que cabe a todos nós, particularmente ao Bispo.”

Assim afirmou Dom Devair Araújo da Fonseca na homilia da missa solene em que tomou posse do ofício de Bispo da Diocese de Piracicaba (SP), na manhã do sábado, 16, na Catedral Santo Antônio, em Piracicaba, sucedendo a Dom Fernando Mason, agora Bispo Emérito, que foi um dos concelebrantes, assim como o Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo Metropolitano de São Paulo, e Dom Pedro Luiz Stringhini, Bispo de Mogi das Cruzes (SP) e presidente do Regional Sul 1 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Em razão da atual pandemia, apenas 200 pessoas participaram presencialmente da missa, que foi transmitida pelas redes sociais e emissoras de rádio e tevê.

Ao chegar à Catedral Santo Antônio, na companhia de Dom Fernando e do Cardeal Scherer, Dom Devair foi recebido pelo colégio de consultores da Diocese, recebeu o crucifixo e o beijou. Depois, aspergiu com água benta a si próprio e aos demais, e realizou uma oração pessoal na capela do Santíssimo, antes do começo da celebração, durante a qual foram lidas as Letras Apostólicas, datadas de 11 de novembro de 2020, nas quais consta que o Papa Francisco o nomeou como Bispo de Piracicaba.

Dom Devair, acompanhado por Dom Fernando Mason e o Cardeal Scherer, na chegada à Catedral Santo Antônio, dia 16

A serviço do Reino

Dom Devair, na homilia, agradeceu a Dom Fernando os 15 anos em que esteve à frente da Diocese, “com zelo apostólico e espírito missionário” e lembrou a todos – bispos, padres, diáconos, religiosos e leigos – que “estamos a serviço do Reino, cada um segundo o próprio ministério e carisma. Trazemos a água e Deus realiza o milagre do vinho novo. Vamos continuar a trabalhar para vencer os desafios”.

O novo Bispo de Piracicaba enumerou alguns desses desafios: as novas periferias humanas; a imposição da cultura urbana; a perda dos valores cristãos; a desestruturação da família; o descrédito das instituições, do estado e da política; a exigência de uma comunicação atual e verdadeira do Evangelho; e o mais urgente e atual: “A pandemia, que mudou a nossa forma de viver e celebrar a fé. Estamos mais distantes, porém, por outro lado, este tempo de sofrimento fez aparecer, ainda mais, a caridade generosa do povo de Deus. Irmãos que se ajudam, para que ninguém fique sem alimento e alegria. É tempo de reafirmar a caridade cristã, ainda mais, e a nossa responsabilidade social diante das coisas”.  

Agradecimentos e pedidos

Na parte final da missa, Dom Devair ouviu palavras de apoio e de agradecimento. Dom Fernando Mason desejou que a chegada do novo Bispo “seja uma nova etapa de crescimento, para sermos mais e melhor do que já somos: a Igreja de Cristo – Una, Santa, Católica e Apostólica”.

Dom Odilo agradeceu a Dom Devair os quase seis anos de trabalho como Bispo Auxiliar da Arquidiocese de São Paulo e fez votos de que essa experiência adquirida o ajude a pastorear a Diocese de Piracicaba. “Que Deus o abençoe, ilumine, fortaleça, conduza. Que não lhe falte a luz do Espírito Santo nem a serenidade da graça de Deus, e que Nossa Senhora o acompanhe e proteja como Mãe solícita dos sacerdotes e dos bispos”, afirmou.

O prefeito de Piracicaba, Luciano Santos Tavares de Almeida, pediu ao Bispo que visite e abençoe a sede do Executivo municipal, e que a Igreja continue a colaborar para a conscientização das pessoas sobre os riscos da COVID-19. Dom Devair assegurou que a Diocese se manterá empenhada em auxiliar no combate à pandemia, fez o apelo para que as pessoas não se descuidem das medidas protetivas já conhecidas e se comprometeu a visitar a Prefeitura de Piracicaba e das outras 14 cidades da área de abrangência da Diocese: Águas de São Pedro, Capivari, Charqueada, Corumbataí, Ipeúna, Mombuca, Rafard, Rio Claro, Rio das Pedras, Saltinho, Santa Bárbara d´Oeste, Santa Gertrudes, Santa Maria da Serra e São Pedro.

Optimized by JPEGmini 3.9.2.5L Internal 0x6e5cd524

A Diocese

Criada em 26 de fevereiro de 1944 pelo Papa Pio XII, a Diocese de Piracicaba foi instalada em 11 de junho do mesmo ano. Atualmente, nos 15 municípios de sua área de abrangência, vivem cerca de 1 milhão de pessoas. A Diocese integra a Província Eclesiástica de Campinas e está dividida em sete regiões pastorais.

“Temos um clero bastante jovem, por isso mesmo com disposição. A Diocese tem 73 paróquias, e está bem servida com este clero. Temos a presença de muitos religiosos, uma vez que são 11 congregações masculinas e dez femininas, com grande tradição na evangelização”, afirmou Dom Devair ao O SÃO PAULO, ressaltando que, embora a dinâmica da vida no interior seja diferente daquela da grande metrópole, o foco da ação da Igreja é o mesmo: “O povo de Deus precisa de um pastoreio, de um caminho, e a Igreja sempre age a partir disso. Se são grandes os desafios, nunca podemos perder a confiança em Deus”, concluiu o 6o bispo da história de Piracicaba.

(Colaborou: Flavio Rogério Lopes)

CLIQUE E ACESSE FOTOS DA MISSA DE POSSE CANÔNICA (por Diocese de Piracicaba)

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter