Dom José Benedito Cardoso toma posse da Diocese de Catanduva (SP)

‘Convido vocês a caminharem comigo’, disse aos fiéis e ao clero diocesano o Prelado que foi Bispo Auxiliar de São Paulo entre 2019 e início de janeiro deste ano

Vitor Zocarato

A porção do povo de Deus da Diocese de Catanduva (SP), deu boas-vindas ao seu 4o Bispo diocesano, Dom José Benedito Cardoso, que tomou posse canônica do ofício no sábado, 17.

A celebração aconteceu na Catedral Diocesana de Nossa Senhora Aparecida e contou com a presença de diversos bispos, entre os quais o Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo; Dom Moacir Silva, Arcebispo de Ribeirão Preto (SP); Dom Luiz Carlos Dias, Bispo de São Carlos (SP) e, até então, Administrador Apostólico de Catanduva; além do clero diocesano e padres da Arquidiocese de São Paulo, onde Dom José Benedito exercia o ofício de Bispo Auxiliar.  

Dom José foi nomeado pelo Papa Francisco para pastorear a Diocese de Catanduva em 4 de janeiro. Criada em 9 de fevereiro de 2000 por São João Paulo II, e instalada canonicamente em 25 de março do mesmo ano, a Diocese de Catanduva teve seu território desmembrado das dioceses de São José do Rio Preto, São Carlos e Jaboticabal. 

Esta circunscrição eclesiástica abrange 18 cidades da região Noroeste do estado de São Paulo e 34 paróquias. Estima-se uma população de 313,6 mil habitantes, sendo 68,8% católicos.  O Padroeiro da Diocese é São Domingos de Gusmão.

CAMINHAR JUNTOS

No rito de posse, Dom Moacir Silva, Metropolita da província eclesiástica da qual parte a Diocese de Catanduva, recordou que em sua missão o bispo deve exercer o pastoreio da sua diocese com dedicação e responsabilidade, conduzindo-a para junto de Deus. 

“Na diocese, o bispo exerce o múnus de ensinar, santificar e governar o povo, aproximando-se cada vez mais do coração de Cristo”, acrescentou o Arcebispo de Ribeirão Preto, antes de entregar a Dom José Benedito o báculo pastoral e conduzi-lo à cátedra, símbolos do serviço episcopal.

Na homilia, Dom José Benedito dirigiu-se ao povo da diocese recordando a oração litúrgica do dia, em que se pede que, por meio dos exercícios quaresmais, “concedei-nos progredir no conhecimento do mistério de Cristo e corresponder-lhe por uma vida santa”. E disse: “Para corresponder esse grande anseio, convido vocês desta diocese, especialmente, a caminharem comigo”, afirmou.

Em seguida, o Bispo recordou um dos versículos do Salmo 16, que diz: “É bela a porção da minha herança”, para afirmar que os fiéis da Diocese de Catanduva são a porção da herança que lhe foi confiada por Deus. “Convido vocês a continuarem remando o grande barco desta Diocese, para podermos avançar para as águas mais profundas”, exortou a todo povo.

Dirigindo-se ao clero, Dom José Benedito manifestou: “É com cada um de vocês que cuidaremos desta Diocese. Cada paróquia, em cada assessoria pastoral, nos diversos organismos, todos juntos, formando um presbitério de irmãos”.

BIOGRAFIA

Dom José Benedito Cardoso nasceu em 12 de setembro de 1961, em Angatuba (SP). Foi ordenado sacerdote em 23 de novembro de 1986, sendo incardinado, à época, na Arquidiocese de Sorocaba. Com a criação da Diocese de Itapetininga em 1998, desmembrada de Sorocaba, ele passou a fazer parte dessa Igreja particular.

Em 23 de janeiro de 2019, foi nomeado pelo Papa Francisco como Bispo Titular de Castel Menor e Auxiliar de São Paulo, recebendo a ordenação episcopal em 15 de março, pela imposição das mãos do Cardeal Odilo Pedro Scherer. Na Arquidiocese, exerceu o ofício de Vigário Episcopal para a Região Lapa.

No Regional Sul 1 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), foi Bispo Referencial para as Comunidades Eclesiais de Base, para a Comissão de Defesa da Vida, para a Comissão Pastoral da Terra; e para os Religiosos. Na CNBB, é membro da Comissão Episcopal Pastoral para a Liturgia.

Com informações da Diocese de Catanduva

guest
2 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Mario Rudolf
Mario Rudolf
1 mês atrás

Toda a graça de Deus necessária ao exercício pastoral de Dom José Benedito.
Rezo também pelo Dom Moacir que durante a nossa formação teológica em Taubaté sempre foi um bom testemunho de amigo.

Neide
Neide
1 mês atrás

Deus te abençoe, querido bispo, a Paróquia São Pedro Apóstolo, região Lapa agradece o seu tempo de bispo na região Lapa/SP