Dom Luiz Carlos Dias: a Eucaristia nos convida à abertura do nosso ser

Bispo Auxiliar da Arquidiocese presidiu missa na Vila Nova York, na zona Leste, na Solenidade de Corpus Christi

PASCOM Nossa Senhora Aparecida

Na Solenidade de Corpus Christi, no dia 3, Dom Luiz Carlos Dias presidiu missa na Paróquia Nossa Senhora Aparecida, na Vila Nova York, com a participação presencial dos fiéis e transmissão pelas redes sociais.

Na homilia, o Bispo Auxiliar da Arquidiocese na Região Belém explicou as origens dessa solenidade, na qual os fiéis manifestam publicamente a fé na Eucaristia, sendo comum a realização da procissão com o Santíssimo, algo que não aconteceu este ano em razão da atual pandemia.

Dom Luiz recordou a aliança celebrada entre Deus e a humanidade, que foi renovada com a vinda de Cristo: “Jesus sacramentado é expressão dessa aliança definitiva em que Deus mesmo se dá a nós, liberta-nos dos nossos pecados e nos faz pessoas novas, nos recria, para que, de fato, acolhamos seu Espírito e sejamos pessoas novas neste mundo”, disse.

O Bispo destacou que a cada Eucaristia celebrada se atualiza o mistério da fé, razão pela qual todos os cristãos devem permanecer fiéis a Jesus Cristo e devem pedir a Ele que sejam capazes de viver na paz e realizar a solidariedade.

Disse também que, como sacramento de amor, a Eucaristia “nos convida à abertura do nosso ser, dos nossos corações”, a fim de que cada pessoa acolha o amor de Deus e partilhe o que tenha com os pobres.

O Bispo comentou, ainda, sobre a ação unificadora da Eucaristia: “Desde o bispo, passando pelos padres, e por todos os irmãos, ela nos transforma e nos une em um único espírito, porque seremos reconhecidos de fato como seguidores de Jesus se nos mantivermos unidos”. 

Por fim, Dom Luiz Carlos exortou a todos que agradeçam a Deus por tantos benefícios recebidos diariamente, por meio de Jesus Cristo, que valorizem mais a Eucaristia e cooperem para um mundo melhor.

Ao fim da missa, o Santíssimo Sacramento foi exposto para um momento de Adoração, durante o qual o Bispo rezou pelos mais necessitados na sociedade, pelo Papa, pelo Cardeal Scherer e os bispos auxiliares da Arquidiocese, pela missão evangelizadora da Igreja no Brasil e pelas vocações. Rezou, ainda, pelo bem da nação que ainda está imersa na pandemia de COVID-19.

Após a Adoração, houve uma pequena procissão em torno da igreja, onde foram colocados alimentos e mantimentos para os mais necessitados, como parte da ação arquidiocesana “Animando a Esperança” da Arquidiocese. Terminada a Adoração, Dom Luiz Carlos pediu orações pelo Pároco, Padre Paulo Eduardo Santos, cujo teste para a COVID-19 deu positivo e está em quarentena de recuperação.

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter