‘Hoje, somos nós as testemunhas do encontro com o Ressuscitado’

(Reprodução da internet)

Na missa desta quinta-feira da Oitava da Páscoa, 8, o Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo, enfatizou que, mais que anunciar a ressurreição de Jesus como um acontecimento do passado, a Igreja vive do testemunho da presença do Ressuscitado no meio da humanidade.

A Eucaristia, celebrada na capela de residência arquiepiscopal, foi transmitida pela rádio 9 de Julho e pelas mídias digitais da Arquidiocese.

Os textos bíblicos deste dia continuam a narrar os testemunhos sobre a ressurreição de Jesus. Na homilia, Dom Odilo explicou que não há testemunhas do momento exato da ressurreição, mas do encontro com o Ressuscitado em diversas ocasiões.

O Cardeal destacou, ainda, que Jesus apareceu aos discípulos transfigurado, mas trazendo consigo as marcas da paixão. “’O Senhor está vivo! Não está mais no túmulo, mas no meio de nós’, testemunham os apóstolos”, continuou o Arcebispo.

‘Sereis testemunhas’

O Evangelho do dia (Lc 24,35-48) narra que, ao verem o Ressuscitado, a primeira reação dos apóstolos foi de medo e incredulidade. Então, Jesus lhes mostra suas mãos e pés feridos pelos cravos da crucificação. “Os apóstolos ficaram muito admirados e alegres e, finalmente, creram que o Senhor estava vivo”, sublinhou Dom Odilo.

O Arcebispo ressaltou que, além de aparecer aos apóstolos, Cristo confiou a eles a missão de anunciar o que viam e ouviam, exortando-lhes: “Vós sereis testemunhas de tudo isso”.

O Cardeal acrescentou que se a ressurreição se resumisse apenas nesses encontros com os discípulos e não tivesse sido propagada e anunciada a todos os povos, ao Cristianismo se extinguiria pouco tempo depois desses fatos. Ao contrário, os apóstolos percorreram as nações anunciando a verdade que viram e ouviram, enfrentando tribunais, prisões, torturas e até o martírio. “Eles não renegaram o testemunho da ressurreição”, completou.

Vivo e presente

“Hoje, somos nós as testemunhas do encontro com o Ressuscitado. E onde o encontramos? Na Eucaristia, na Palavra anunciada, no irmão, nos encontros de oração quando dois ou mais estão reunidos em nome de Jesus. Portanto, hoje, Ele continua presente no meio de nós e a Igreja continua a anunciar a sua presença e a sua ação”, afirmou Dom Odilo, salientando que a Igreja vive, portanto, do anúncio da Ressurreição do Senhor. 

“Mais ainda, [a Igreja] vive do anúncio da presença do Ressuscitado no meio de nós”, acrescentou, recorçando que essa é a diferença entre a Igreja outra organização humana que propaga sua própria doutrina e convicção. “A Igreja não morre porque está edificada sobre o testemunho e sobre a presença do Senhor ressuscitado, que dá forças e eficácia à sua ação”, concluiu o Cardeal.

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter