‘Jesus precisa ser consolado naqueles que o representam: os pobres, os doentes e as pessoas aflitas’

Afirmou o Cardeal Scherer no programa ‘Encontro com o Pastor’ desta segunda-feira, 29, em que voltou a pedir que se façam doações de alimentos para as pessoas mais carentes

Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo (foto: Arquivo O SÃO PAULO)

No programa “Encontro com o Pastor”, na rádio 9 de Julho, no começo da tarde desta segunda-feira, 29, o Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo Metropolitano, fez menção ao Evangelho do dia (Jo 12, 1-11) e pediu que os cristãos mantenham-se solidários com quem mais precisa neste momento de pandemia.

O evangelista São João relata a ceia na casa de Betânia, quando Maria, irmã de Lázaro e Marta, ungiu os pés de Jesus com um perfume muito caro e foi criticada por Judas Iscariotes, que achava melhor que se vendesse o perfume para dar o dinheiro aos pobres. “Judas falou assim, não porque se preocupasse com os pobres, mas porque era ladrão; ele tomava conta da bolsa comum e roubava o que se depositava nela” (Jo 12,6). 

“Jesus deixa que ela o faça, pois o faz com grande amor e em função de seu conhecimento de que Jesus representa o Deus misericordioso no meio de nós, Aquele que nos perdoa e nos acolhe, apesar dos nossos pecados e fraquezas, e nos estende a mão para que possamos nos levantar”, disse Dom Odilo.

O Arcebispo Metropolitano recordou, ainda, que Cristo foi à casa destes seus amigos em busca de consolo, conforto e refúgio e que ainda hoje “Jesus precisa ser consolado naqueles que o representam: os pobres, os doentes e as pessoas aflitas. Portanto, é tempo de levarmos o consolo a tantas pessoas que precisam neste momento de tristeza, de angústia, de pandemia, de morte, de luto e de doença”.

Dom Odilo reforçou o apelo para que as pessoas continuem a doar alimentos não perecíveis nas paróquias, comunidades, pastorais, novas comunidades e comunidades religiosas, dado que a demanda por pedidos tem aumentando, mas as doações diminuíram. “Vamos socorrer os pobres. Que ninguém passe fome por nossa causa. Continuem a consolar, a confortar, a socorrer Jesus, que passa por sofrimentos ainda hoje na pessoa dos pobres, dos doentes e dos aflitos”, comentou.

O Arcebispo também exortou que os fiéis vivam a Semana Santa com alegria, intensidade e profunda fé. “Se não podemos estar fisicamente nas igrejas, unamo-nos espiritualmente”, afirmou, fazendo o convite para que todos acompanhem as celebrações que estão sendo transmitidas pelas mídias:  “Façamos a comunhão espiritual e continuemos a viver a fé, a esperança e a caridade em nossos lares.

Por fim, Dom Odilo pediu que as pessoas não se descuidem das recomendações sanitárias para evitar o contágio com o coronavírus: o uso de máscaras, a higienização das mãos e o distanciamento social.

OUÇA A ÍNTEGRA DO PROGRAMA DESTA SEGUNDA-FEIRA, DIA 29

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter