Morre a professora Olga Thereza Bechara

Olga Thereza Bechara (reprodução da internet)

Faleceu na noite da sexta-feira, 18, aos 88 anos, a educadora Olga Thereza Bechara, umas das pioneiras na inovação do ensino secundário no estado de São Paulo. 

Olga cresceu em Bragança Paulista (SP), tendo frequentado o Jardim de Infância, o Ensino Primário e o Curso Normal em uma escola católica pertencente à Congregação Filhas de Jesus. Entre 1951 e 1954, cursou Pedagogia na Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Campinas (atual PUC de Campinas). Na época, o currículo do curso de Pedagogia oferecia as disciplinas complementares de Matemática e Estatística Educacional, o que possibilitava a licença para ensinar Matemática no primeiro ciclo do ensino secundário. Ela também lecionou filosofia, História Geral e do Brasil.

Ginásios vocacionais

A educadora desenvolveu atividades inovadoras na docência da disciplina de Matemática. Ensaiou modernos métodos de ensino de Geometria antes do auge do movimento internacional de renovação do ensino matemático. Ela também foi uma das pioneiras dos Ginásios Estaduais Vocacionais, projeto experimental educacional desenvolvido entre 1961 e 1969 no Estado de São Paulo.

Em 1978, obteve o mestrado em Psicologia pela Universidade de São Paulo (USP), com a dissertação sobre “Estudo comparativo do autoconceito de adolescentes com diferentes experiências em atividades de grupo em situação escolar”. Em 1987, doutorou-se na mesma instituição, ao defender a tese com o tema: “O auto conceito do professor de primeira série de primeiro grau e algumas variáveis profissionais”.

Católica, Olga foi bastante engajada nas iniciativas pastorais da Arquidiocese de São Paulo, especialmente na Região Episcopal Sé.

Até o momento, não foram divulgadas informações sobre seu funeral.

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter