Morre Alzira Altenfelder Mesquita, fundadora da Universidade São Judas Tadeu

A fundadora do Colégio e Universidade São Judas Tadeu, professora Alzira Altenfelder Silva Mesquita, morreu nesta quarta-feira, 14, aos 104 anos, em São Paulo.

De acordo com informações de seus familiares, a professora estava internada no Hospital Samaritano devido a complicações de saúde decorrentes da idade avançada.

Com seu esposo, o também professor Alberto Mesquita Camargo (falecido em 1995), Alzira fundou, em 1953, o Colégio São Judas, na Mooca, zona Leste da cidade. Em 1971, o casal fundou as faculdades São Judas, hoje, uma universidade com mais de 28 mil alunos.

O casal imprimiu no complexo educacional uma forte identidade católica, favorecendo a formação religiosa dos estudantes e a presença da Igreja Católica na universidade, onde há, inclusive, uma capela e são oferecidas disciplinas de caráter humanístico e ético nos cursos.

Em 2017, Alzira Altenfelder foi contemplada com a Medalha São Paulo Apóstolo, prêmio de reconhecimento e homenagem às pessoas e instituições que se destacaram em diversas atividades e contribuíram com a missão evangelizadora da Igreja na cidade.

O velório da professora acontecerá nesta quarta-feira, a partir das 12h, no Cemitério do Araçá, no bairro de Cerqueira César. O sepultamento está previsto para às 13h. Devido às medidas de distanciamento social causadas pela pandemia, o funeral será reservado a familiares e amigos próximos.

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter