Na Região Brasilândia, lideranças refletem sobre a CF 2022

Na Região Brasilândia, lideranças refletem sobre a CF 2022
Foto: Priscila Rocha

A Região Episcopal Brasilândia promoveu no sábado, 12, no Santuário Mãe Rainha Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt, no Setor Jaraguá, um encontro de formação para todas as lideranças e membros das comunidades e paróquias sobre a Campanha da Fraternidade deste ano que trata da temática da Educação.

A assessoria ficou por conta da equipe regional para a CF que apresentou algumas reflexões a partir do texto-base e dos compromissos propostos pelo Pacto Educativo Global, convocado pelo Papa Francisco, para uma educação humanizada e global que favoreça o diálogo e novas relações entre os homens e a Casa Comum.

A pedagoga e gestora escolar Macilene Almeida Leite, membro das Comunidades Eclesiais de Base (CEBs), trouxe um olhar sobre a realidade da educação pública na cidade de São Paulo. O Padre José Nobre, da PUC-SP, destacou os eixos principais da Campanha a partir do papel educador de Jesus, apontado nos Evangelhos. A escuta, o diálogo e a busca pela verdade devem ser atitudes indispensáveis no caminho pedagógico para uma educação plena, inclusiva e que seja capaz de transformar a realidade.

Em sua fala conclusiva, Dom Carlos Silva, OFMCap, Bispo Auxiliar da Arquidiocese na Região Brasilândia, lembrou que toda a Igreja deve abraçar a Campanha da Fraternidade como compromisso quaresmal, a fim de que produza frutos de conversão.

O Bispo também convidou a todos para participarem da Missa  Regional de Abertura da Campanha da Fraternidade, em 4 de março, às 20h, na Paróquia São Luís Gonzaga, Setor Pereira Barreto.

Leonardo Candido para a Região Brasilândia

Deixe um comentário