Na Solenidade do Sagrado Coração de Jesus, a Igreja reza pela santificação do clero

Na sexta-feira, 16, Solenidade do Sagrado Coração de Jesus, também foi celebrado o Dia Mundial de Oração pela Santificação do Clero.

Para comemorar a data, os clérigos da Arquidiocese de São Paulo se reuniram nas regiões episcopais para momentos de oração, reflexão e missas.

Instituída em 1995, por São João Paulo II, a data foi proposta pela então Congregação para o Clero (atual Dicastério para o Clero) como ocasião para os fiéis se unirem, de forma especial, em oração pela santificação dos seus sacerdotes.

A relação dessa celebração com o Sagrado Coração de Jesus diz respeito ao fato de que todo ministro ordenado é chamado a ter os mesmos sentimentos de Cristo, o Bom Pastor, cultivando um coração “misericordioso, compassivo, vigilante e corajoso”, como ressaltou a carta da Congregação para o Clero por ocasião da comemoração dessa data em 2020.

MINISTÉRIO SANTIFICADOR

O Decreto Presbyterorum Ordinis [Ordem do presbiterado], do Concílio Vaticano II, sobre o ministério e a vida dos sacerdotes, enfatiza que “os presbíteros alcançam a santidade pelo próprio exercício do seu ministério, realizado sincera e infatigavelmente no Espírito de Cristo”.

Já na exortação apostólica Pastoris dabo vobis [Dar-vos-ei pastores], São João Paulo II ressaltou que os presbíteros são orientados para a perfeição da vida por força das próprias ações que desenvolvem quotidianamente, como também de todo o seu ministério que exercitam. “Mas a própria santidade dos presbíteros, por sua vez, contribui muitíssimo para o desempenho eficaz do seu ministério”, reiterou.

PERFUME DE CRISTO

Na homilia da Quinta-feira Santa, de 2013, o Papa Francisco sublinhou que “o sacerdote celebra levando sobre os ombros o povo que lhe está confiado e tendo os seus nomes gravados no coração”.

Outra metáfora usada pelo Pontífice nessa homilia é a de que os sacerdotes devem ser pastores com “cheiro de ovelhas”. Ao mesmo tempo, sublinhou que o povo sente chegar até ele, por meio dos presbíteros, “o perfume do Ungido, de Cristo”, reforçando a unidade de vida que o presbítero deve ter com o Senhor.

A EXEMPLO DO CURA D’ARS

Em 1959, na comemoração do centenário de nascimento de São João Maria Vianney, patrono dos sacerdotes, São João XXIII escreveu a encíclica Sacerdotii nostri primordia [Primícias do nosso sacerdócio], na qual manifestou o desejo de que o exemplo do simples pároco da vila de Ars, na França, inspirasse os padres a cumprirem mais generosamente o seu ministério e ressaltou que o primeiro dever do sacerdote “é trabalhar na sua própria santificação”.

Nesse documento, o Santo Padre destacou um trecho do discurso de seu predecessor, o Papa Pio XII: “O clérigo deve ser tido como um eleito entre o povo, cumulado dos dons sobrenaturais e participante do poder divino; numa palavra, um ‘outro Cristo’… Já não pertence a si, nem aos parentes e amigos, nem mesmo à sua pátria. Deve consumi-lo um amor universal. Mais ainda, a caridade universal será o seu respiro, os seus pensamentos, a vontade, os sentimentos deixam de ser seus, para serem de Cristo, que é a sua vida”.

Fernando Arthur

O clero atuante na Região Belém participou de uma manhã de espiritualidade e oração, na Paróquia Nossa Senhora das Graças, na Vila Califórnia, na quinta-feira, 15. O momento iniciou-se com a adoração ao Santíssimo Sacramento, presidida por Dom Fernando José Penteado, Bispo Emérito de Jacarezinho (PR) e com a presença de Dom Cícero Alves de França, Bispo Auxiliar da Arquidiocese na Região Belém. (por Fernando Arthur)

Padre Rafael Nolli

Os padres e diáconos atuantes na Região Brasilândia reuniram-se com Dom Carlos Silva, OFMCap., Bispo Auxiliar da Arquidiocese na Região, na sexta-feira, 16, para um momento de oração e espiritualidade na Paróquia Nossa Senhora Mãe de Deus, Setor Freguesia do Ó. Participaram também seminaristas do Seminário de Filosofia Santo Cura D’Ars. (por Padre Rafael Nolli)

Comunicação Santuário São Judas

O clero atuante na Região Ipiranga participou de uma amanhã de espiritualidade pelo Dia Mundial de Oração pela Santificação do Clero, no Santuário São Judas Tadeu, no Planalto Paulista, na sexta-feira, 16. Os padres e diáconos participaram de uma adoração eucarística, com a presença do Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo. A manhã foi concluída com a missa presidida por Dom Ângelo Ademir Mezzari, RCJ, Bispo Auxiliar da Arquidiocese na Região Ipiranga. Na ocasião, os clérigos passaram pela Porta Santa do jubileu comemorativo dos 25 de elevação da Igreja São Judas à dignidade de santuário. (Colaborou: Santuário São Judas Tadeu)

Benigno Naveira

O clero atuante na Região Lapa se reuniu na Paróquia Sagrado Coração de Jesus, no Setor Butantã para o Dia de Oração pela Santificação do Clero, na sexta-feira, 16. Houve um momento de espiritualidade, conduzido por Dom Cícero Alves de França, Bispo Auxiliar na Região Belém, que, em seguida, presidiu a missa, concelebrada por Dom José Benedito Cardoso, Bispo Auxiliar na Região Lapa. (por Benigno Naveira)

Jenniffer Silva

O clero atuante na Região Sé se reuniu com Dom Rogério Augusto das Neves, Bispo Auxiliar da Arquidiocese na Região, para uma manhã de espiritualidade e oração pela santificação do clero, na Paróquia Sagrado Coração de Jesus, em Campos Elísios. O encontro, na sexta-feira, 16, contou com uma reflexão conduzida pelo Frei Paulo Gollarte, Vigário Paroquial da Paróquia Santa Teresa de Jesus, no Itaim Bibi. O evento foi concluído com um momento de adoração ao Santíssimo Sacramento conduzido por Dom Rogério. (por Centro Pastoral da Região Sé)

guest
1 Comentário
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Lucas José chaguma africa mosabique
Lucas José chaguma africa mosabique
7 meses atrás

Amém glória seja lovado pastor asua igreja já tem aqui na África Moçambique peso dê seu número