Padre Élio Vigo se despede da Paróquia São Mateus

O sacerdote agradeceu aos fiéis o apoio e carinho que recebeu durante estes quase três anos e meio em que ali atuou como Pároco

Benigno Naveira

Em missa na manhã de domingo, 18, na Paróquia São Mateus, no Jardim Esmeralda, Setor Rio Pequeno, o Padre Élio Vigo se despediu da comunidade paroquial, uma vez que no dia 25 assumirá, como Pároco, a Paróquia Nossa Senhora Rainha da Paz. Nessa mesma data, tomará posse como Administrador Paroquial da Paróquia São Mateus o Padre Antonio Roberto Pimenta.

Padre Élio, 78, no início da celebração, agradeceu aos fiéis o apoio e carinho que recebeu durante estes quase três anos e meio em que ali atuou como Pároco.

Ao fim da missa, em conversa com a Pastoral da Comunicação (Pascom) da Região Lapa, retomou a trajetória de vida e vocação. Natural de Barretos (SP), o filho de Mario Vigo e Maria José de Carvalho Vigo contou que, quando tinha 6 anos, foi realizada, na paróquia que frequentava com os pais, uma pesquisa sobre a missão das crianças, e, ao ser perguntado sobre o que gostaria de ser quando fosse adulto, respondeu: “Quero ser papa”.

Quando estava com 13 anos, a família mudou-se para a capital paulista, para o bairro do Butantã. Élio, posteriormente, ingressou na Faculdade de Geografia da Universidade de São Paulo (USP) e sua formação incluiu bacharelado, licenciatura e mestrado, com título de professor licenciado na área de Geografia e Estudos Sociais. Depois, prestou concurso para uma vaga na Faculdade de Educação da USP, onde trabalhou até os 35 anos.

Um dia, em conversa com o Padre Valdemar Parra, então Pároco da Paróquia Nossa Senhora Aparecida, no Jardim Peri Peri, sentiu-se chamado a ingressar no seminário, uma vez que anteriormente havia manifestado o desejo de ser padre. Assim, simultaneamente, durante quatro anos, estudou Teologia na Faculdade Nossa Senhora da Assunção, no Ipiranga, e Filosofia na FAI (na época, Faculdades Associadas do Ipiranga, e hoje Centro Universitário Assunção, Unifai), na Praça João Mendes, no Centro.

Aos 42 anos de idade, em 24 de novembro de 1985, foi ordenado sacerdote na Paróquia Santa Maria Goretti, Setor Butantã, pela imposição das mãos do Cardeal Paulo Evaristo Arns, então Arcebispo de São Paulo.

Atuou, inicialmente, na Paróquia Santíssima Trindade, Setor Rio Pequeno. Em 2006, assumiu a função de Promotor Vocacional da Arquidiocese de São Paulo, que exerceu durante cinco anos, e Administrador da Casa São Paulo. Após esse trabalho, regressou à Região Lapa, onde atuou como Pároco em várias paróquias. Além disso, participou da implantação da Congregação Mariana, a Legião de Maria, e outras pastorais na Região.

Aos vocacionados, seminaristas e diáconos, sejam jovens, sejam adultos, ele estimula que tenham fé e perseverança no caminho vocacional.

(Benigno Naveira – Colaborador de comunicação na Região)

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter