Padres novos participam de encontro anual com o Cardeal Scherer

Padres novos participam de encontro anual com o Cardeal Scherer, Jornal O São Paulo
Arquivo pessoal

Entre os dias 25 e 27 de outubro, na Vila Dom Bosco, em Campos do Jordão (SP), houve o encontro anual dos padres novos – aqueles com até oito anos de ministério sacerdotal – com Dom Odilo Pedro Scherer, Arcebispo Metropolitano. 

Com cerca de 40 participantes nesta edição, o encontro é uma oportunidade não somente de os padres rezarem e celebrarem conjuntamente, como também de estreitarem laços com o Cardeal e entre si, por meio da troca de ideias, do compartilhamento da situação das paróquias e das iniciativas pastorais, bem como de se instruírem por meio das formações e esclarecimento de dúvidas sobre os mais diversos assuntos. 

A partir da recente carta apostólica do Papa Francisco, Desiderio desideravi, cujo objetivo é despertar em todo o povo de Deus, a começar pelos celebrantes, um maior interesse pela beleza da liturgia, Dom Odilo conduziu a formação aos padres, perpassando, ponto a ponto, todo o documento papal. 

“O Papa Francisco nos recorda de que a liturgia é uma dimensão fundamental para a vida da Igreja e, como ministros ordenados, somos chamados à fidelidade à liturgia, a fim de salvaguardar a unidade e a uniformidade daquilo que é celebrado”, afirmou o Cardeal Scherer. 

Dom Odilo salientou, também, a importância do Concílio Vaticano II, frisando que não se pode rejeitar o que foi estabelecido naquela ocasião, sobretudo o que diz respeito à liturgia. Lembrou, ainda, que o Papa Francisco nos exorta a abandonar o rigorismo litúrgico, que acaba sendo motivo de divisão entre os fiéis, ferindo a unidade tão desejada por Cristo. “É preciso combater tal posicionamento e valorizar o que importa. Isso só se consegue por meio de formações litúrgicas, tanto nas comunidades quanto para os sacerdotes”, enfatizou. 

Destacou, ainda, a importância que precisa ser dada à homilia, que deve ser bem preparada, clara, concisa e se ater ao que apresentam as leituras bíblicas previstas pela liturgia na ocasião de cada celebração. Lembrou, também, a importância de se preparar bem os fiéis para celebrar o nascimento de Cristo por meio da Novena de Natal.

O Arcebispo também mencionou detalhes a respeito da visita ad limina ao Papa, ocorrida no mês de setembro, e que reuniu os bispos das províncias eclesiásticas de São Paulo, Sorocaba e Aparecida. 

Houve também uma formação, conduzida por Dom Rogério Augusto das Neves, Bispo Auxiliar da Arquidiocese na Região Sé, que trouxe à discussão aspectos importantes sobre a realidade da paróquia e a figura do pároco, incluindo o vínculo que este deve ter com os fiéis e os requisitos para que um sacerdote assuma tal ofício, bem como suas atribuições no serviço de santificar e governar os fiéis confiados ao seu pastoreio. 

Por fim, o Padre Zacarias José de Carvalho Paiva, Procurador da Mitra Arquidiocesana, apresentou o Plano de Manutenção da Arquidiocese de São Paulo. Este documento contém as normas que dizem respeito à organização administrativa geral da Arquidiocese e aos bens da Igreja, formação do clero, sustento e previdência dos ministros eclesiásticos e à promoção da ação evangelizadora da Igreja. Diante das mais diversas situações concretas que se apresentam em cada paróquia, os padres puderam fazer perguntas e esclarecer suas dúvidas, notadamente no que diz respeito a aspectos administrativo-financeiros da vida paroquial. 

O encontro de 2023 está agendado para acontecer de 17 a 19 de outubro, em local ainda a ser definido. 

Deixe um comentário