Pastoral do Menor e Colégio Madre Cabrini unem esforços em prol dos ‘irmãos da rua’

Estudantes foram mobilizados para participar da Campanha do Agasalho, destinando doações à Pastoral

Pastoral do Menor e Colégio Madre Cabrini unem esforços em prol dos ‘irmãos da rua’, Jornal O São Paulo
Pastoral do Menor

Durante o mês de maio, o Colégio Madre Cabrini, na Vila Mariana, promoveu sua Campanha do Agasalho, incentivando alunos e familiares e doarem roupas, luvas, meias, cobertores e mantimentos. 

As doações foram entregues à Pastoral do Menor da Arquidiocese de São Paulo, cujos membros saíram às ruas para entrega-las às pessoas em situação de vulnerabilidade impactadas pela queda das temperaturas em São Paulo. 

Pastoral do Menor e Colégio Madre Cabrini unem esforços em prol dos ‘irmãos da rua’, Jornal O São Paulo

Sueli Camargo, coordenadora arquidiocesana da Pastoral do Menor, ressaltou que a frente fria mobilizou boa parte da sociedade, incluindo os estudantes do Colégio Madre Cabrini e seus familiares “A Pastoral do Menor é grata ao Colégio que nos dirigiu essa doação, mostrando confiabilidade ao nosso trabalho” ressaltou. 


“A Pastoral do Menor é grata a Deus por ter tido essa oportunidade de aquecer o irmão, de estar junto à criança e poder vestir um agasalho, estreitar o diálogo, saber o nome e sua história”, afirmou Sueli.

POLÍTICAS PÚBLICAS

Pastoral do Menor e Colégio Madre Cabrini unem esforços em prol dos ‘irmãos da rua’, Jornal O São Paulo

A coordenadora da Pastoral do Menor enfatizou que são políticas públicas que atendam as pessoas em situação de rua e que esta será uma cobrança permanente da Pastoral ao poder público, especialmente por ações que garantam a dignidade de crianças e adolescentes em situação de rua. 

Por fim, Sueli Camargo reafirmou que a Pastoral do Menor está engajada pela aprovação na Câmara Municipal do projeto de lei 253/21, que dispõe sobre a Política Municipal de Atenção a Crianças e Adolescentes em Situação de Rua e na Rua na Cidade de São Paulo. 

CLIQUE E CONHEÇA MAIS SOBRE O PL 253/21

Deixe um comentário