‘Quem é de Jesus Cristo está sujeito a encarar a perseguição e até o martírio’

Destacou o Cardeal Scherer no ‘Encontro com o Pastor’, na rádio 9 de Julho

‘Quem é de Jesus Cristo está sujeito a encarar a perseguição e até o martírio’, Jornal O São Paulo
Cardeal Odilo Scherer (Foto: Luciney Martins/O SÃO PAULO)

O Cardeal Odilo Pedro Scherer, no programa “Encontro com o Pastor”, da quarta-feira, 29, na rádio 9 de Julho, destacou que se aproxima do fim de um ano marcado por muitos desafios.  

“Um ano que foi bastante pesado, difícil, mas agradeçamos a Deus que estamos aqui, estamos vivos e vamos tocando em frente. Deus nos da graça de podermos continuar a fazer nossa parte e tocar a nossa missão. Cada um na sua vida. Quer na família, no trabalho. Quem como padre, quem como bispo, quem como religiosa. Todo mundo tem a sua missão e vai levando”, disse.

O Arcebispo de São Paulo também falou São Tomás Becket, bispo e mártir celebrado nesta data. Dom Odilo ressaltou que esse santo da Idade Média foi um grande defensor da Igreja, contra a tentativa de controle por parte de um rei. “Por isso, foi perseguido, preso, exilado. Depois de um tempo, foi assassinado na Catedral em Londres. São Tomás Becket é uma testemunha da fé e um lutador pela liberdade da Igreja no cumprimento da sua missão de anúncio do Evangelho”, enfatizou.

O Cardeal comentou, que celebrar a memória desse mártir durante a Oitava do Natal recorda que “quem é de Jesus Cristo está sujeito a ter que encarar também o martírio, a perseguição. Isso não aconteceu só no passado, mas também hoje pode acontecer”, sublinhou.  

“Nós não aceitamos que haja, de alguma forma, a pretensão de restringir a liberdade da Igreja de fazer o seu trabalho, porque alguns não gostam, porque alguns acham que a Igreja não pode, não deve realizar certos trabalhos”, salientou o Arcebispo.

Por fim, Dom Odilo animou os fiéis a continuarem a viver na alegria tempo do Natal. “É muito importante vivermos esse tempo na ação de graças pelo grande presente que Deus nos deu, seu filho. E ele dá um significado novo à nossa existência”, concluiu.  

OUÇA A ÍNTEGRA DO PROGRAMA “ENCONTRO COM O PASTOR”

Deixe um comentário