Francisco se comove confiando a Maria Imaculada a paz na Ucrânia

“No meio de tantas nuvens escuras és um sinal de esperança e de consolação”. Em sua oração, feita aos pés do monumento dedicado a Nossa Senhora da Imaculada Conceição, o Papa citou a guerra na Ucrânia suplicando à Virgem Imaculada, “hoje gostaria de lhe trazer o agradecimento pela paz que há muito tempo pedimos ao Senhor. Ao invés, ainda devo lhe apresentar a súplica”

Francisco se comove confiando a Maria Imaculada a paz na Ucrânia, Jornal O São Paulo
Foto: Vatican Media

O Papa Francisco deixou o Vaticano na tarde desta quinta-feira (08/12), para fazer a tradicional homenagem floreal a Nossa Senhora, aos pés do monumento a ela dedicado, situado na Praça Espanha, no centro de Roma. Antes, porém, Francisco foi à Basílica de Santa Maria Maior para um momento de veneração diante do ícone de Nossa Senhora Salus Populi Romani.

A Praça Espanha estava repleta de fiéis romanos e turistas. O Papa foi recebido pelas autoridades municipais e pelo cardeal vigário de Roma. Em sua oração, feita aos pés do monumento dedicado a Nossa Senhora, o Papa recordou que depois de dois anos retorna à Praça para prestar homenagem junto com o povo desta Igreja e desta Cidade. “Trazendo os agradecimentos e súplicas de todos os seus filhos, de perto e de longe”.

Trazendo agradecimentos e súplicas

“Antes de mais nada, trago-lhe o amor filial”, continuou Francisco na sua oração, “de incontáveis homens e mulheres, não apenas cristãos que têm a maior gratidão por ti, por tua beleza, toda a graça e humildade:

“Porque no meio de tantas nuvens escuras és um sinal de esperança e de consolação”

Francisco continuou sua oração citando que trazia a Nossa Senhora também o sorriso das crianças, que começam a saber que têm uma Mãe no Céu; a gratidão dos idosos; as preocupações das famílias; os sonhos e as ânsias dos jovens. Pedindo a Maria especialmente “pelos que foram mais afetados pela pandemia, para que lentamente recomecem a agitar e abrir suas asas e que recuperem o gosto de voar alto”.

Pela paz na Ucrânia

Na parte final de sua oração o Papa recordou com emoção, chegando às lágrimas, a guerra na Ucrânia:

Virgem Imaculada, hoje gostaria
de lhe trazer o agradecimento do povo ucraniano
pela paz que há muito tempo pedimos ao Senhor.
Ao invés, ainda devo lhe apresentar a súplica
das crianças, dos idosos
dos pais e das mães, dos jovens
daquela terra martirizada.
Mas na realidade todos nós sabemos
que estás com eles e com todos os que sofrem,
assim como estiveste ao lado da cruz do teu Filho.

Obrigado, nossa Mãe!
Olhando para ti, que és sem pecado
podemos continuar a acreditar e esperar
que o amor vença o ódio
que a verdade vença a falsidade,
que o perdão vença a ofensa,
e que a paz prevaleça sobre a guerra. Assim seja!
“.

Fonte: Vatican News

Leia mais
Papa: oração pelos ucranianos, que sofrem o martírio da agressão

Deixe um comentário