Papa Francisco fala sobre telefonema feito ao Padre Julio Lancellotti

(Foto: Vatican Media)

Na oração do Angelus deste domingo, 11, o Papa Francisco falou sobre o telefonema que ele fez ao Padre Julio Renato Lancellotti, Vigário Episcopal para a Pastoral do Povo da Rua da Arquidiocese de São Paulo, no sábado, 10.

Ao refletir sobre o Evangelho do dia, o Pontífice afirmou que também aqueles que são marginalizados, rejeitados e desprezados pela sociedade, são considerados por Deus dignos do seu amor e, para todos esses, Ele prepara seu banquete: justos e pecadores, bons e maus, inteligentes e incultos.

“Ontem à tarde, consegui telefonar para um padre italiano idoso, missionário da juventude no Brasil, mas sempre trabalhando com os excluídos, com os pobres. E vive essa velhice em paz: consumou a sua vida com os pobres. Esta é a nossa Mãe Igreja, este é o mensageiro de Deus que vai às encruzilhadas das estradas”, disse o Santo Padre.

Embora Francisco tenha se referido ao Sacerdote como italiano, na verdade, Padre Julio é paulistano e descendente de italianos.

O telefonema aconteceu às 14h15 e, segundo relato do Padre Julio ao O SÃO PAULO, o Santo Padre informou que viu as fotos do atendimento realizado para a população de rua durante a pandemia, que lhes foram enviadas recentemente.

“O Papa disse que nos acompanha com carinho, sabe das dificuldades que vivemos e para que não desanimemos e tenhamos coragem, como Jesus, estando sempre junto dos pobres”, contou Lancellotti.

Francisco também pediu ao Sacerdote que transmitisse à população de rua que ele os ama muito, os abençoou, pedindo-lhes também suas orações por ele.

VEJA O VÍDEO:

(Imagens: Vatican Media)

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter