Papa Francisco institui o Dia Mundial dos Avós e dos Idosos

Vatican Media

O Papa Francisco instituiu neste domingo, 31 de janeiro, o Dia Mundial dos Avós e dos Idosos, que será celebrado a partir deste ano, no quarto domingo de julho, próximo à memória litúrgica dos Santos Joaquim e Ana, avós de Jesus.

Cardeal Farrell, Prefeito do Dicastério para Leigos, Família e Vida, ressalta que: “trata-se do primeiro fruto do ano Família Amoris Laetitia, um presente para toda a Igreja destinado a permanecer ao longo dos anos”. O cuidado pastoral dos idosos é uma prioridade que não pode mais ser adiada, para cada comunidade cristã. Na encíclica Fratelli tutti, o Santo Padre nos recorda que ninguém se salva sozinho. Nesta perspectiva, é necessário valorizar a riqueza espiritual e humana que foi transmitida através das gerações”.

O nosso Dicastério”, continuou o Prefeito, “já organizou o Primeiro Congresso Internacional de Pastoral dos Idosos; a partir de hoje nos sentimos ainda mais comprometidos em trabalhar para remover a cultura do descarte e valorizar os carismas dos avós e dos idosos”.

Por ocasião do Primeiro Dia Mundial, que acontecerá significativamente no coração do ano da Família Amoris Laetitia, o Papa Francisco presidirá a Missa da noite de domingo, 25 de julho, de forma compatível com a situação sanitária, em São Pedro.

Com a aproximação do Dia, o Dicastério para os Leigos, Família e Vida anunciará as eventuais ulteriores iniciativas que o acompanharão. Desde agora, o Dicastério convida as paróquias e as dioceses de todo o mundo a encontrar formas de celebrar o Dia em nível local que sejam adequadas ao seu contexto pastoral.

Um dia para não esquecer

“Os avós, tantas vezes são esquecidos e nós esquecemos esta riqueza. E por esta razão decidi instituir o Dia Mundial dos Avós e dos Idosos, que será celebrado em toda a Igreja, todos os anos, no quarto domingo de julho, próximo à festa de São Joaquim e Sant’Ana, os avós de Jesus”, afirmou o Pontífice durante o anúncio.

Avós e jovens: sonho e profecia

O Papa Francisco tem reiterado que dos avós aos jovens – o vínculo é muito estreito e o diálogo deve ser constante, por isso, para ele “É importante que os avós se encontrem com os netos e que os netos se encontrem com os avós, porque – como diz o profeta Joel – os avós diante dos netos sonharão, terão a ilusão e os jovens, tomando força dos avós, seguirão adiante, profetizarão. E precisamente 2 de fevereiro é a festa do encontro dos avós com seus netos”, concluiu.

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter