Aos 88 anos, morre o Cardeal Eusébio Scheid, Arcebispo Emérito do Rio de Janeiro

Purpurado também foi Bispo de São José dos Campos (SP) e Arcebispo de Florianópolis (SC)

Crédito: Regional Leste 1 da CNBB

A Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro comunicou na tarde desta quarta-feira, 13, o falecimento de seu Arcebispo Emérito, o Cardeal Eusébio Oscar Scheid, aos 88 anos de idade.

Ele residia em São José dos Campos (SP) e estava internado com um quadro de pneumonia. Desde dezembro de 2020, o Dom Eusébio enfrentava complicações de saúde.

Biografia e ministério

Dom Eusébio nasceu em Luzerna (SC), no dia 8 de dezembro de 1932, filho de Alberto Reinaldo Scheid e de Rosália Joana Scheid.

Religioso da Congregação dos Padres do Coração de Jesus (Dehonianos), fez a sua profissão religiosa em 2 de fevereiro de 1954. Estudou Filosofia em Brusque, em Santa Catarina (1954) e na Pontifícia Universidade Gregoriana, em Roma, Itália (1955-1957), onde também estudou Teologia (1957-1964).

Foi ordenado presbítero no dia 3 de julho de 1960, em Roma, pelas mãos de Dom Inácio João Dal Monte, OFM, bispo de Guaxupé.

Ele foi nomeado Bispo de São José dos Campos (SP), no dia 18 de fevereiro de 1981, por São João Paulo II, e ordenado em maio do mesmo ano por Dom Carmine Rocco, núncio apostólico no Brasil, Dom Geraldo Maria de Morais Penido e Dom Honorato Piazera SCJ.

Em 23 de janeiro de 1991, Dom Eusébio foi transferido para a Arquidiocese de Florianópolis (SC), onde permaneceu por dez anos, tendo criado o Seminário de Teologia Convívio de Emaús e o Seminário de Filosofia Edith Stein, inaugurou o Instituto Social João Paulo II e instituiu a Escola de Ministérios. Também presidiu a criação das dioceses de Criciúma e Blumenau.

No dia 25 de julho de 2001, foi transferido para a Arquidiocese do Rio de Janeiro, sucedendo o Cardeal Eugenio de Araujo Sales. Tomou posse em 22 de setembro do mesmo ano. Tornou-se cardeal em 21 de outubro de 2003, em consistório público presidido por São João Paulo II.

O Cardeal Eusébio Oscar Scheid participou do conclave que elegeu o papa Bento XVI, em 2005. Tornou-se arcebispo emérito do Rio de Janeiro no dia 27 de fevereiro de 2009, sendo sucedido pelo Cardeal Orani João Tempesta.

Dom Eusébio também presidiu os Regionais Sul 4 (1994-1998) e Leste 1 (2003-2007) da CNBB, foi membro da Comissão Episcopal de Doutrina da CNBB durante 12 anos; ordinário para os fiéis de Rito Oriental sem ordinário próprio (2001); responsável pela Pastoral Familiar no Regional Sul 1 durante oito anos.

No Vaticano, foi conselheiro da Pontifícia Comissão para a América Latina, em 25 de novembro de 2002; membro do Pontifício Conselho de Comunicação Social, em 29 de novembro de 2003; Legado Papal de Bento XVI no XV Congresso Eucarístico Nacional, em Florianópolis (SC), de 18 a 21 de maio de 2006.

(Com informações da Diocese de São José dos Campos e da Arquidiocese do Rio de Janeiro)

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter