Butantan inicia entrega de lote de 10 milhões de doses da vacina contra COVID-19

No total, serão entregues 1 milhão de doses essa semana

Butantan inicia entrega de lote de 10 milhões de doses da vacina contra COVID-19
Instituto Butantan

O Instituto Butantan entregou na quarta-feira, 14, um total de 800 mil doses da vacina do contra o coronavírus ao Ministério da Saúde. Na quinta-feira, 15, serão entregues mais 200 mil, totalizando 1 milhão de vacinas liberadas ao Programa Nacional de Imunizações (PNI) para distribuição em todo o país.

As vacinas entregues já contemplam o segundo contrato firmado com o Ministério da Saúde, de 54 milhões de vacinas. O primeiro, de 46 milhões, foi concluído em 12 de maio. O Butantan trabalha para completar, até agosto, 100 milhões de vacinas disponibilizadas ao Ministério, antecipando em 30 dias o prazo contratual.

Na madrugada da terça-feira, 13, o Instituto recebeu carga recorde de 12 mil litros de matéria-prima para produzir e entregar outras 20 milhões de doses. Uma nova remessa de IFA, com mais 12 mil litros, deve chegar até o final deste mês.

Ritmo de vacinação

De acordo com levantamentos de veículos de imprensa junto às secretarias estaduais de Saúde, até às 20h da terça-feira, 13, um total de 85.419.761 pessoas que já receberam a 1a dose da vacina contra a COVID-19, o que representa 40,34 % da população brasileira

Já a 2a dose ou dose única foi aplicada em 31.450.778 pessoas (14,85% da população), num total de mais de 116.870.539 doses aplicadas em todos os estados e no Distrito Federal.

A imunização em São Paulo

Até às 20h da terça-feira, 13, um total 21.898.337 pessoas já tinham recebido a 1a dose da vacina contra a COVID-19 no estado de São Paulo. Já a 2a dose foi aplicada em 6.638.310 pessoas e a dose única foi aplicada em 849.905 pessoas.

A Prefeitura de São Paulo inicia na quinta-feira, 15, a imunização das pessoas de 36 anos. Na sexta-feira, 16, será a vez das pessoas com 35 anos. No sábado, 17, acontece a repescagem da semana para as pessoas de 37 a 35 anos, que não conseguiram tomar a primeira dose da vacina por algum motivo. Nesse dia, também serão aplicadas a 2º dose em todos os grupos.

Para garantir as doses à população do município de São Paulo, é obrigatório o cidadão apresentar no ato da vacinação um comprovante de residência (físico ou digital) na capital, juntamente com os documentos pessoais, preferencialmente Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) e cartão do Sistema Único de Saúde (SUS).

O preenchimento do pré-cadastro no site Vacina Já agiliza o tempo de atendimento nos postos de vacinação. Basta inserir dados como nome completo, CPF, endereço, telefone e data de nascimento.

Acesse a lista completa de endereços dos postos de vacinação

A vacinação continua para os grupos com as seguintes comorbidades:

– Insuficiência cardíaca
– Cor-pulmonale e hipertensão pulmon
– Cardiopatia hipertensiva
– Síndrome coronariana
– Valvopatias
– Miocardiopatias e pericardiopatias
– Doença da aorta, dos grandes vasos e fístolas arteriovenosas
– Arritmias cardíacas
– Cardiopatias congênitas no adulto
– Próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados
– Diabete mellitus
– Pneumopatias crônicas graves
– Hipertensão arterial resistente
– Hipertensão arterial estágio 3
– Hipertensão estágios 1 e 2 com lesão de órgãos alvos
– Doença cerebrovascular
– Doença renal crônica
– Imunossuprimidos
– Anemia falciforme
– Obesidade mórbida’

(Com informações de Prefeitura de SP) 

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter