Butantan inicia entrega de lote de 10 milhões de doses da vacina contra COVID-19

No total, serão entregues 1 milhão de doses essa semana

Instituto Butantan

O Instituto Butantan entregou na quarta-feira, 14, um total de 800 mil doses da vacina do contra o coronavírus ao Ministério da Saúde. Na quinta-feira, 15, serão entregues mais 200 mil, totalizando 1 milhão de vacinas liberadas ao Programa Nacional de Imunizações (PNI) para distribuição em todo o país.

As vacinas entregues já contemplam o segundo contrato firmado com o Ministério da Saúde, de 54 milhões de vacinas. O primeiro, de 46 milhões, foi concluído em 12 de maio. O Butantan trabalha para completar, até agosto, 100 milhões de vacinas disponibilizadas ao Ministério, antecipando em 30 dias o prazo contratual.

Na madrugada da terça-feira, 13, o Instituto recebeu carga recorde de 12 mil litros de matéria-prima para produzir e entregar outras 20 milhões de doses. Uma nova remessa de IFA, com mais 12 mil litros, deve chegar até o final deste mês.

Ritmo de vacinação

De acordo com levantamentos de veículos de imprensa junto às secretarias estaduais de Saúde, até às 20h da terça-feira, 13, um total de 85.419.761 pessoas que já receberam a 1a dose da vacina contra a COVID-19, o que representa 40,34 % da população brasileira

Já a 2a dose ou dose única foi aplicada em 31.450.778 pessoas (14,85% da população), num total de mais de 116.870.539 doses aplicadas em todos os estados e no Distrito Federal.

A imunização em São Paulo

Até às 20h da terça-feira, 13, um total 21.898.337 pessoas já tinham recebido a 1a dose da vacina contra a COVID-19 no estado de São Paulo. Já a 2a dose foi aplicada em 6.638.310 pessoas e a dose única foi aplicada em 849.905 pessoas.

A Prefeitura de São Paulo inicia na quinta-feira, 15, a imunização das pessoas de 36 anos. Na sexta-feira, 16, será a vez das pessoas com 35 anos. No sábado, 17, acontece a repescagem da semana para as pessoas de 37 a 35 anos, que não conseguiram tomar a primeira dose da vacina por algum motivo. Nesse dia, também serão aplicadas a 2º dose em todos os grupos.

Para garantir as doses à população do município de São Paulo, é obrigatório o cidadão apresentar no ato da vacinação um comprovante de residência (físico ou digital) na capital, juntamente com os documentos pessoais, preferencialmente Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) e cartão do Sistema Único de Saúde (SUS).

O preenchimento do pré-cadastro no site Vacina Já agiliza o tempo de atendimento nos postos de vacinação. Basta inserir dados como nome completo, CPF, endereço, telefone e data de nascimento.

Acesse a lista completa de endereços dos postos de vacinação

A vacinação continua para os grupos com as seguintes comorbidades:

– Insuficiência cardíaca
– Cor-pulmonale e hipertensão pulmon
– Cardiopatia hipertensiva
– Síndrome coronariana
– Valvopatias
– Miocardiopatias e pericardiopatias
– Doença da aorta, dos grandes vasos e fístolas arteriovenosas
– Arritmias cardíacas
– Cardiopatias congênitas no adulto
– Próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados
– Diabete mellitus
– Pneumopatias crônicas graves
– Hipertensão arterial resistente
– Hipertensão arterial estágio 3
– Hipertensão estágios 1 e 2 com lesão de órgãos alvos
– Doença cerebrovascular
– Doença renal crônica
– Imunossuprimidos
– Anemia falciforme
– Obesidade mórbida’

(Com informações de Prefeitura de SP) 

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter