‘É Tempo de Cuidar’: ação emergencial terá semana nacional de mobilização

Entre 8 e 12 de junho, ações serão realizadas nas dioceses, organismos e pastorais da Igreja no Brasil

foto: Divulgação

Uma missa, a ser realizada no próximo dia 8 de junho, às 9h, na Casa Bom Samaritano, em Brasília, espaço que acolhe migrantes venezuelanos, abrirá a Semana Nacional de Mobilização da segunda etapa da Ação Solidária Emergencial “É Tempo de Cuidar”.

A celebração será presidida pelo Bispo Auxiliar do Rio de Janeiro e Secretário Geral da CNBB, Dom Joel Portella Amado.

Na terça-feira, 8, às 19h, as organizações parceiras – Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Cáritas Brasileira, Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB), o Movimento de Educação de Base e a Associação Nacional de Educação Católica do Brasil – prepararam uma live sobre a Semana Nacional de Mobilização da Ação Emergencial Solidária ‘É Tempo de Cuidar”.

Em sua segunda fase, a Ação Solidária Emergencial tem foco na arrecadação de alimentos.

A Semana Nacional de Mobilização se realiza de 8 a 12 de junho próximo com a realização de ações nas dioceses, organismos e pastorais da Igreja no Brasil. Uma série de ações está prevista para animação destes dias em que a coleta de alimentos será intensificada como celebrações, live e a realização, em diversos pontos do Brasil, de “drive thrus”.

A live, a ser animada pelo coordenador nacional da Pastoral da Comunicação, Marcus Tulius, e pela assessora de comunicação da CNBB, Manuela Castro, buscará apresentar as razões da importância da realização de uma segunda etapa da ação solidária emergencial “É Tempo de Cuidar” com foco na arrecadação de alimentos em função do agravamento da situação da fome no Brasil com o retorno ao Mapa da Fome e as consequências da segunda onda da COVID-19.

O momento, a ser transmitido pelas redes sociais da CNBB e das organizações parceiras, contará com vídeos produzidos pelo cantor popular na Igreja no Brasil, Zé Vicente.

Regionais da CNBB ajudarão a compor um painel com os Sinais de Esperança. O Centro-Oeste, por exemplo, apresentará a questão do alimento e a proteção à Covid-19, o Sudeste abordará o tema da população de rua e as periferias.

O secretário-executivo de Campanhas da CNBB, padre Patriky Samuel Batista, apresentará os resultados da ação emergencial É Tempo de Cuidar em seu primeiro ano, no ano de 2020.

Dia de Cuidar, 12 de junho

Também serão apresentadas as orientações para o Dia de cuidar, dia 12 de junho, com apresentação da realização de drive-trhus para coleta de alimentos e o incentivo para que sejam procuradas as paróquias e dioceses brasileiras.

De acordo com o bispo de Roraima (RR) e segundo-vice presidente da CNBB, Dom Mário Antônio da Silva, o foco de ação da segunda fase da ação solidária emergencial é na arrecadação de alimentos tendo em vista o agravamento da situação de insegurança alimentar e do desemprego no país.

Segundo a Cáritas Brasileira, organização que coordena a sistematização dos dados, desde o início da segunda fase, no dia 11 de abril, domingo da Misericórdia, a Ação já arrecadou 1 tonelada e meia de itens alimentícios, R$ 140 mil, 252 mil alimentos para consumo (marmitas), 117 mil kits de higiene pessoal, 115 mil equipamentos de proteção individual e 53 mil unidades de roupas e calçados. A atualização dos números pode ser acompanhada aqui na Plataforma de registro das ações.

Fonte: CNBB

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter