Em Santos (SP), Apostolado do Mar acolhe marinheiros de pequenos país da Oceania

Originários de Quiribati, eles não conseguem voltar à terra natal em razão da atual pandemia de COVID-19

Marinheiros do Quiribati, pequeno país da Oceania, estão na Casa Stella Maris, em Santos (SP), esperando voltar ao país natal (foto: divulgação)

O Apostolado do Mar, vinculado ao Setor de Mobilidade Humana da Comissão Episcopal Pastoral para a Ação Social Transformadora da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), tem acolhido na Casa Stella Maris, em Santos (SP), 25 marinheiros do Quiribati – pequeno país localizado na Oceania. Eles trabalham em navios e cruzeiros e não conseguem retornar ao país por causa da pandemia de COVID-19.

Os marinheiros começaram a desembarcar no Porto de Santos em grupos pequenos e foram direto para a Casa Stella Maris onde vão aguardar repatriação.

O coordenador nacional do Apostolado do Mar e Capelão do Porto de Santos, O Padre Samuel Fonseca Torres, disse que o grupo está participando de convivências fraternas e momentos de espiritualidade.

Padra Samuel – nascido na Colômbia e missionário Scalabriano – explica que com a chegada da pandemia o mundo mudou. E nesta mudança um dos mais afetados foram os marinheiros porque estão trabalhando a bordo sem poder desembarcar por causa da pandemia.

“Por medo e insegurança das trocas das tripulações os contratos estão sendo renovados automaticamente. Então, temos marinheiros que estão a 15, 18, 24 meses embarcados sem poder ir a terra e nem voltar aos seus países. Esses marinheiros que estamos acolhendo fazem parte de um grupo de cerca de 400 mil marinheiros que não conseguem voltar aos seus países”, ressalta.

O Apostolado do Mar tem uma sede no Vaticano e está organizado em nove regiões no mundo. No Brasil, existem três missões Stella Maris, uma no Rio de Janeiro, outra no Rio Grande do Sul e a de Santos.

O Apostolado do Mar tem como público alvo os marinheiros, pescadores, trabalhadores, estivadores e todas as pessoas que vivem do mar.

“O Apostolado do Mar é uma missão da Igreja Católica presente no mundo inteiro, especialmente, nos principalmente portos da América Latina desde 1920”, ressalta o padre.

A rede mundial da Stella Maris, um ministério marítimo da Igreja Católica fundado em Glasgow, no Reino Unido, em 1920, conta hoje com mais de mil capelães e voluntários que promovem a pastoral de atenção espiritual, de informação e amizade. Em outubro de 2020, o Apostolado do Mar completou cem anos de missão no mundo.

(Com informações da CNBB)

Deixe um comentário