Na Diocese de Castanhal (PA), diáconos seminaristas de SP encontram o respeito pelo Sagrado e o entusiasmo dos jovens

Diáconos Nilo e Lucas foram enviados em missão em julho deste ano

Na Diocese de Castanhal (PA), diáconos seminaristas de SP encontram o respeito pelo Sagrado e o entusiasmo dos jovens, Jornal O São Paulo
Fotos enviadas pelo Diácono Nilo

Em julho deste ano, os diáconos seminaristas Nilo Massaaki Shinen e Lucas Antônio Martinez foram enviados pelo Cardeal Odilo Pedro Scherer em missão à Diocese de Castanhal, no Pará. 

A Diocese integra o Regional Norte 2 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), e foi criada por São João Paulo II em 2004, desmembrada da Arquidiocese de Belém do Pará e da Diocese de Bragança do Pará. 

A Igreja em Castanhal é composta por 34 paróquias e 1 pró-paróquia, distribuídas em 25 municípios. 

TEMPO ENRIQUECEDOR

Ao O SÃO PAULO, o Diácono Nilo destacou que o tempo de missão têm sido muito enriquecedor. “A fé simples e o respeito pelo Sagrado e o entusiasmo dos jovens têm fortalecido a minha fé neste tempo.”, afirmou. 

Na Diocese de Castanhal (PA), diáconos seminaristas de SP encontram o respeito pelo Sagrado e o entusiasmo dos jovens, Jornal O São Paulo

O Diácono está fazendo missão na Paróquia Nossa Senhora das Vitórias, no município de Marapanim, conhecida como a “terra do Caribó” que é uma dança cultural da região, que teve origem no século XVII, a partir das danças e costumes indígenas. 

A paróquia, fundada em 1869, conta com 52 comunidades, sendo que 49 delas são localizadas em zonas rurais. Acerca dessas comunidades, o Diácono relata que algumas necessitam de transporte de barco ou caminhada pela mata. 

(Com informações da Diocese de Castanhal)

Deixe um comentário