Uso de máscaras em ambientes abertos deixa de ser obrigatório em SP

Obrigatoriedade permanece no transporte público e em todos os locais fechados de acesso público, como salas de aula, comércios e escritórios.

Foto: Agência Brasil

O Governo de São Paulo oficializou na quarta-feira, 9, a liberação do uso das máscaras em qualquer ambiente aberto do estado de São Paulo.

O uso da proteção continua obrigatório no transporte público e em todos os ambientes fechados de acesso público, como salas de aula, comércios e escritórios.

O decreto assinado por Doria tem efeito imediato, pois já foi publicado em edição extra do Diário Oficial do Estado.

Assim, o uso de máscara é opcional em locais como vias públicas, parques, ambientes escolares abertos, shows e eventos ao ar livre.

MOTIVAÇÕES

“A decisão de hoje se deve fundamentalmente ao avanço da vacinação. São Paulo é o estado que mais vacina no Brasil. A decisão está respaldada na ciência, na saúde e no respeito pela vida”, afirmou o governador João Doria.

A decisão é baseada em análises do Comitê Científico do Coronavírus de São Paulo. O grupo de especialistas levou em consideração a redução de 76,7% nas novas internações e 56% dos óbitos por COVID-19 no último mês.

Além da melhora nos indicadores da pandemia, São Paulo tem a maior cobertura vacinal do país, com mais de 101 milhões de doses aplicadas. O estado está próximo da meta de 90% da população elegível vacinada, conforme recomendação da OMS (Organização Mundial de Saúde).

“Nós estamos muito além da vacinação de muitos países. Nós temos hoje uma taxa de ocupação de leitos de UTI no estado de 37,6%. Nos últimos 30 dias, nós tivemos queda de 54% no número de casos, as internações caíram 76% e o número de óbitos foi 56% menor”, afirmou o Secretário de Saúde do Estado, Jean Gorinchteyn. “É com segurança que vamos continuar protegendo a vida, mas precisamos que as pessoas continuem se vacinando”, acrescentou.

100% DE PÚBLICO NOS ESTÁDIOS DE FUTEBOL

Também foi anunciada a liberação de ocupação máxima de público nos estádios de futebol do Estado de São Paulo. A medida, também válida para eventos esportivos em geral, culturais e de lazer, foi tomada por orientação do Comitê Científico devido ao aumento dos índices de vacinação e da melhora dos indicadores da pandemia.

“Estão liberados todos os jogos de futebol com 100% de público e isso se aplica a todas as modalidades esportivas praticadas ao ar livre no estado de São Paulo. Não haverá a obrigatoriedade do uso de máscara, mas a recomendação é para que continuem usando máscaras. As pessoas que se sentirem bem podem continuar usando máscaras”, disse Doria.

Antes restrito, o acesso do público a estádios começou a ser liberado no início de outubro do ano passado, quando os jogos de futebol – e eventos esportivos em geral em ambientes abertos – passaram a receber público.

Para o ingresso nos estádios, os clubes mandantes devem exigir um comprovante com esquema vacinal completo. Quem ainda não tiver concluído o esquema vacinal, deverá ter tomado ao menos uma dose de vacina e apresentar um teste negativo com validade de 48h para os do tipo PCR ou 24h para os testes de antígeno.

Fonte: Governo do Estado de São Paulo

Deixe um comentário