Confira nossa versão impressa

Escola e família em tempos de pandemia

Esta quarentena, que a princípio seria reduzida, prolongou-se muito e estamos há aproximadamente 150 dias vivendo uma rotina completamente diferente da habitual.

De tudo o que vem causando estresse no convívio familiar, uma das coisas que parecem estar no topo da lista é o fato de os pais terem se transformado em professores dos filhos. Para além de todos os desafios que a pandemia introduziu no cenário familiar, há ainda a responsabilidade de acompanhar os filhos em suas atividades escolares, o que antes ficava a cargo do professor e de toda a estrutura escolar que o assessora.

Encontro muitos pais absolutamente perdidos, sentindo-se incapazes de realizar esse acompanhamento, pelos mais diversos motivos, entre os quais a falta de conhecimento sobre o processo de ensino- -aprendizagem; de domínio do conteúdo que está sendo trabalhado; de tempo para acompanhar os filhos (especialmente os pequenos), nas atividades on-line, uma vez que estão em horário de trabalho; de instrumentos para lidar com o desinteresse e com a frustração dos filhos com a nova dinâmica escolar.

Não se pode negar que são muitas as dificuldades que esse novo cenário apresenta. Apesar disso, é preciso olhar para a situação em busca de um modo de vivê-la da melhor maneira possível e crescer com ela; afinal, nas dificuldades, ganha-se um enorme impulso no processo de crescimento.

A seguir, algumas dicas e reflexões para ajudar nessa tarefa:

1. Lembrar constantemente: ninguém gostaria de estar nessa situação, todos estão aprendendo a lidar com ela e tanto a família quanto a escola buscam oferecer o seu melhor.

2. A maior aprendizagem dos filhos neste ano não será a de conteúdos conceituais (Português, Matemática, Física, Química etc.) e sim a de conteúdos atitudinais (virtudes, competências socioemocionais). Valorize essa aprendizagem! Ela possibilitará que eles se formem para enfrentar as demais dificuldades que encontrarem pela vida, além de torná-los pessoas melhores para o mundo.

3. Quando se sentir insatisfeito com alguma proposta ou atividade oferecida pela escola, procure conversar abertamente com o professor ou a coordenação. Lembre-se: ninguém tem “receita” para o que estamos vivendo, tudo o que vem sendo oferecido é fruto de muito trabalho e empenho em buscar o melhor.

4. Abra-se para ouvir o que a escola tem a dizer, pois ela conhece os objetivos que pretende alcançar com o que está propondo. Exponha com clareza as dificuldades reais que encontra para realizar a proposta. A realidade de cada família é única, e a escola não conseguirá atender às expectativas e imaginar as possibilidades de cada uma se isso não for compartilhado.

5. Manter a atenção e aproveitamento em aulas on-line para crianças e adolescentes é um grande desafio. Podemos ajudá-los, estabelecendo uma rotina de estudos e descanso/diversão, preparando-os para os horários combinados de atividades on-line ou videoaulas, enfim, mantendo uma ordem no dia.

6. Esforçar-se por romper com o modelo escolar que tínhamos anteriormente – com certeza, as escolas não conseguirão cumprir as expectativas se elas estiverem baseadas nas aulas presenciais. Nada e nenhuma possibilidade tecnológica substitui a troca de olhares, de sorrisos, o relacionamento pessoal que permeava o processo escolar. Muito menos para as crianças pequenas, é inútil dizer o contrário. Na primeira infância, a criança não está preparada para muitas horas de atividades on-line; aliás, em tempos comuns, diríamos que nem sequer deveriam estar diante de telas, não é mesmo?

Se queremos apoiar nossos filhos, precisamos rever nossas expectativas a respeito do processo de aprendizagem escolar e valorizar a gama de ensinamentos que este momento tão difícil oferece. Pense nisso!

Colunas relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Colunas

‘Acolhamos com fé a semente e o fermento do Reino de Deus’

O Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo, presidiu a missa desta terça-feira, 27, na capela...

Conheça os novos cardeais do Papa Francisco

Entre os 13 novos eleitores, os arcebispos de Washington (EUA) e Santiago do Chile

Capela São Camilo de Lellis é a presença da Igreja no Hospital do Mandaqui

O templo localizado no hospital da zona Norte de São Paulo é o último retratado na série especial de reportagens do O...

Santa Catarina de Sena: Doutora da Igreja e poeta

Nesta segunda-feira, O SÃO PAULO da sequência a série especial, que rememora santos da Igreja reconhecidos, também,...

Poupatempo amplia horário de funcionamento para realizar provas teóricas do Detran.SP

Serviço será oferecido nas unidades de Itaquera, Santo Amaro e Sé; ação se estende durante todo o mês de novembro

Newsletter