A mulher não pode ir à igreja de calça comprida?

A Maria Neusa tem uma colega evangélica que diz que as mulheres não devem usar calça comprida, porque isso é para os homens. “Existe isso na Bíblia? Onde?”, ela pergunta.

O jeito de se vestir varia com o tempo e com as culturas e, muitas vezes, é imposto pela moda. No caso da calça comprida, por exemplo, a afirmação de que ela é uma vestimenta unicamente masculina não corresponde à verdade. Tanto que as calças compridas masculinas e femininas se diferem no corte, no formato, nas cores, na combinação com outras vestes.

É bom que a gente pense ainda, Maria Neusa, que o jeito de se vestir é influenciado também pelo clima e pelos diferentes papéis exercidos pelo homem e pela mulher. Num clima frio, a roupa é mais fechada, mais pesada; num clima quente, a tendência é que ela se torne mais leve. No exercício profissional também há formas diferentes de se vestir. E, mesmo no correr do ano, há roupas para as diferentes estações.

Agora vamos à Bíblia. O que a Bíblia reprova é a mulher se vestir de homem e o homem se vestir de mulher, e não a roupa em si.

Tudo isso que eu estou falando, Maria Neusa, é para dizer a você que a Bíblia não indica nenhum tipo de roupa para homem, tampouco para mulher. A Bíblia só quer preservar a identidade destes dois seres, as mais perfeitas criaturas que saíram das mãos de Deus, homem e mulher feitos um para o outro, os dois diferentes na estrutura física, na visão do mundo, na sensibilidade, mas que se completam numa relação de amor.

Muitas vezes, ao ler a Bíblia, nós temos que ir além do texto escrito para encontrar a verdade que está sendo anunciada por trás das palavras. Ficar apenas na letra é correr o risco de mergulhar em um fundamentalismo perigoso e doentio. Maria Neusa, use calça comprida à vontade e ame a Deus com o coração de uma mulher cristã e de muita fé.

Colunas Relacionadas

spot_img

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Colunas

Assine nossa Newsletter