Dom Luiz Carlos Dias toma posse como Bispo de São Carlos (SP)

Posse canônica de Dom Luiz Carlos Dias é realizada na Catedral Diocesana de São Carlos. Diocese abrange 29 municípios

Dom Luiz Carlos Dias toma posse como Bispo de São Carlos (SP), Jornal O São Paulo
Foto: Luciney Martins

A Catedral Diocesana de São Carlos (SP) estava cheia na manhã do sábado, 18, para a celebração de posse canônica de seu oitavo Bispo Diocesano, Dom Luiz Carlos Dias.

Nomeado pelo Papa Francisco em 20 de outubro, Dom Luiz Carlos foi transferido da Arquidiocese de São Paulo, da qual era Bispo Auxiliar desde 2016. A Eucaristia contou com a presença de vários bispos, entre os quais o Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo, e Dom João Inácio Müller, Arcebispo de Campinas (SP). Também participaram diversos sacerdotes, religiosos e leigos da Diocese.

Logo após a leitura da bula de nomeação do novo Bispo diocesano, representantes do clero, fiéis e religiosos da Diocese saudaram Dom Luiz Carlos.

O Bispo Auxiliar de São Carlos, Dom Eduardo Malaspina, que durante a vacância da Diocese exerceu o cargo de Administrador Diocesano, acolheu o novo Bispo. “Gratidão, Dom Luiz, por aceitar a missão de trazer aos nossos diocesanos a Palavra de Salvação deste Alguém de quem não somos dignos nem de desamarrar as sandálias”, afirmou.

‘Vim para servir’

Em sua primeira homilia na Diocese de São Carlos, Dom Luiz Carlos recordou as palavras de seu lema episcopal – “Vim para servir”

“Este enfoque no servir tem me ajudado no ministério e me convida à conversão constante aos interesses da Igreja e dos irmãos e irmãs aos quais sou enviado. Conto com a oração de todos para ser fiel ao lema que o Senhor me inspirou”, enfatizou. Dom Luiz Carlos manifestou o desejo de ser um sinal da unidade da centenária Igreja particular de São Carlos, com suas 129 paróquias em 29 municípios. Ele ressaltou, ainda, que a unidade do presbitério ao redor de seu pastor a serviço do povo de Deus é condição indispensável para que a Igreja seja um verdadeiro corpo místico de Cristo na sociedade. Por isso, ele informou que, o quanto antes, quer visitar as comunidades paroquiais da Diocese.

Também se comprometeu a estar próximo dos presbíteros, diáconos, religiosos e leigos. “Pretendo me aproximar dos vários segmentos com responsabilidades sociais, pois o momento de crise econômica, pelo qual passa o País, reclama esforços de todos para a superação de graves problemas legados pela pandemia”, acrescentou.

Por fim, Dom Luiz Carlos pediu a oração de todos e confiou seu ministério episcopal à intercessão de Nossa Senhora Aparecida e São Carlos Borromeu, padroeiro da Diocese, em cujo exemplo de bispo e servidor da Igreja ele deseja se inspirar.

Herança do Senhor 

No fim da celebração, ao saudar Dom Luiz Carlos, o Cardeal Scherer afirmou, a partir do versículo bíblico “Como é bela a herança que me coube” (Sl 16,6): “Como é bela a herança que lhe coube, Dom Luiz Carlos, a Igreja de Deus que está na Diocese de São Carlos... Esta é tua família, estes são teus irmãos, este é o teu povo. Que Deus te dê muita luz, constância e paciência para servir este povo no Evangelho. Que todos vocês tenham muita alegria com seu novo pastor”, disse Dom Odilo.

Em nome do clero diocesano, Padre Jorge Nahra saudou o novo Bispo. “Acolhemos o senhor com os nossos corações jubilosos... Queremos como presbitério manifestar nossa obediência e respeito... Diante do caminho da sinodalidade, queremos trilhar essa estrada juntos na comunhão, participação e missão”, afirmou.

Jorge Carrara saudou Dom Luiz Carlos em nome dos fiéis leigos da Diocese. “Como Igreja, junto com os ministros ordenados e consagrados... Sonhamos juntos o sonho do Evangelho. Seja bem-vindo, Dom Luiz Carlos!

Deixe um comentário