Paulinos: 90 anos de presença no Brasil

A Pia Sociedade de São Paulo (Padres e Irmãos Paulinos) Celebra nove décadas de evangelização e missão na Igreja do país

Padres e irmãos Paulinos estão no Brasil desde 1931 (foto: Pia Sociedade São Paulo)

Uma história marcada pela fé e pelo dinamismo missionário dos religiosos que, movidos pelo espírito profético do fundador, o Bem-Aventurado Tiago Alberione (1884-1971), e imbuídos do carisma de anunciar o Evangelho, por intermédio dos meios de comunicação social, consolidam uma sólida trajetória de evangelização.

No Brasil, as comunidades dos Paulinos estão presentes em São Paulo, nos bairros da Vila Mariana e Ibirapuera; em Cotia (SP); Campinas (SP); Belo Horizonte (MG) e Fortaleza (CE).

A Congregação conta com 30 sacerdotes, três religiosos consagrados, quatro diáconos, sete religiosos com votos temporários (junioristas) e nove seminaristas.

LEIA TAMBÉM:
Uma obra nascida no coração de um ‘apóstolo da comunicação’

Paulinos serão ordenados padres na Catedral da Sé

Ponto de partida

Em 1931, o fundador, Padre Alberione, enviou ao Brasil dois missionários: Padre Xavier Boano e Padre Sebastião Trosso. Os religiosos saíram do porto de Gênova, na Itália, no dia 6 de agosto, desembarcando em Santos (SP) em 19 de agosto e, no dia 20, chegaram à capital paulista, onde foram acolhidos por Dom Duarte Leopoldo e Silva, então Arcebispo de São Paulo. Eles contaram com a hospitalidade dos Frades Capuchinhos e das Missionárias do Sagrado Coração de Jesus.

Padre Claudiano Avelino dos Santos, Superior Provincial da Congregação no Brasil, recordou os desafios enfrentados no início da missão dos religiosos no País. “Os primeiros paulinos chegaram sem recursos, iniciaram a missão com a simplicidade e a pobreza do presépio; e o ardor apostólico do Apóstolo Paulo. É uma história de fé e doação”, disse, salientando a dimensão missionária daqueles que deixaram sua pátria para expandir o carisma em solo brasileiro.

Beato Tiago Alberione com paulinos, durante visita ao Brasil, em 1955 (foto: Acervo Paulus)

Primeiros passos

Ainda em 1931, os sacerdotes assumiram o jornal La Squilla’, dirigido à colônia italiana em São Paulo, e, no mesmo ano, publicaram o Santo Evangelho com uma tiragem de 10 mil exemplares. Dá-se, assim, início à missão dos

Paulinos no País com a abertura da primeira tipografia, na Vila Mariana, em 8 de setembro desse mesmo ano.

Em 1932, os Paulinos começaram a publicação de O Domingo, periódico litúrgico voltado para a animação das comunidades em seus momentos de celebração eucarística, que, atualmente, atinge o marco semanal de quase 2 milhões de exemplares.

Em 1938, foi fundada a primeira Livraria Paulus, na cidade do Rio de Janeiro (RJ). A semente deu frutos e, hoje, os Paulinos estão presentes em 20 estados e no Distrito Federal, totalizando 31 livrarias físicas, duas em fase de inauguração – em Maceió (AL) e Campina Grande (PB) – e uma livraria virtual.

Desde 1940, os Paulinos também são responsáveis pela Paróquia Santo Inácio de Loyola e São Paulo Apóstolo, na Vila Mariana.

Frentes de missão

Fiéis às orientações do fundador, os Padres e Irmãos Paulinos utilizarão sempre os mais rápidos e eficazes meios de comunicação que a ciência inventar. Firmes no ideal de “falar de tudo cristãmente”, a Congregação atua em várias frentes de missão.

Padre Valdecir Pereira Uveda, Paulino e Diretor do Apostolado, destaca a linha de atuação missionária da Congregação.

“Atualmente, no Brasil, uma frente apostólica relevante é a editorial – que contempla toda a criação impressa e digital –, a produção gráfica, fonográfica e digital, além da difusão e distribuição de todo o material físico, por meio da rede de livrarias próprias e, também, de terceiros ou conteúdo digital em plataformas”, enfatizou o Religioso, acrescentando que, além de utilizar novas linguagens e tecnologias, o diferencial é ser protagonista no pensar a comunicação.

Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação, na Vila Mariana (foto: Acervo P aulus)

Formação

Outra frente apostólica é a área educacional desenvolvida, especialmente pela Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação (Fapcom), fundada em 31 de outubro de 2005, em São Paulo.

“A Faculdade é especializada na área da Comunicação, Filosofia e Tecnologia”, disse Padre Uveda, recordando, ainda, os projetos educacionais no campo da Educação a Distância (EAD), a missão e os projetos de Assistência Social, em que “a Paulus realiza ações específicas na assistência social, educacional e cultural, com conteúdo que contribui para a formação do ser humano em sua totalidade, com programas de relevância e abrangência em todo o território nacional”, contou o Diretor, destacando, ainda, que, em 2020, foram mais de 320 mil exemplares de livros distribuídos e mais de 7 mil multiplicadores capacitados.

“Levamos adiante um parque gráfico, no qual se imprimem Bíblias, livros e folhetos não só para a Paulus, mas também para outras editoras, como, por exemplo, as Edições CNBB”, recordou o Provincial, pontuando ainda a produção de conteúdos para programas radiofônicos e televisivos, internet, web TV – Canal Paulus editora, web rádio e redes sociais.

A serviço da Igreja

Padre Claudiano destacou que os Paulinos realizam seu apostolado em comunhão com a Igreja no Brasil.

Paróquia Santo Inácio de Loyola e São Paulo Apóstolo, aos cuidados dos Paulinos desde 1940 (foto: Luciney Martins/O SÃO PAULO)

“Seguimos alinhados aos apelos da Igreja. Fazemos nosso o objetivo geral de evangelização que guia a CNBB: ‘Evangelizar no Brasil cada vez mais urbano… à luz da evangélica opção preferencial pelos pobres, cuidando da casa comum e testemunhando o Reino de Deus rumo à plenitude’. De fato, nosso trabalho de chegar a todas as pessoas, mesmo àquelas que não creem ou não professam nossa fé, só faz sentido ‘por Cristo, com Cristo e em Cristo’, ou seja, em comunhão com a Igreja”, destacou.

Dimensão apostólica

O carisma paulino é essencialmente pastoral, o apostolado realizado tem em vista a transformação da mente, das relações, da sociedade, em vista de uma Igreja em constante renovação, que testemunhe os valores essenciais do Evangelho.

“A dimensão apostólica progride graças à atuação dos colaboradores, homens e mulheres que somam forças na missão de evangelizar”, disse o Provincial, destacando que graças a eles o carisma chega aos quatro cantos do País.

“A Paulus busca se organizar cada vez mais para servir ao povo de Deus com competência, agilidade e eficácia. E o que desejamos atingir com isso é que Jesus Cristo seja conhecido, amado e imitado”, disse Padre Claudiano.

Comentários

  1. Parabéns aos Padrehs Paulinos pela ordenação de três novos sacerdotes ao abrirem os 90 anos de presença “paulina” em terras Brasileiras. Jesus Mestre e Maria Rainha dos Apóstolos continue abençoando e enviando novas vocações para essa nobre missão.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter